Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Último dia do ano

 

E assim chegámos ao último dia do ano.

Mais uma vez, e como vem sendo hábito, vou passar a noite sozinha em casa, ou melhor, este ano com a Tica! O meu marido vai estar a trabalhar, e a minha filha em casa do pai.

Hoje é dia de trabalho mas, ainda assim, quero ver se faço um pudim de ananás para amanhã. É que depois de ter comido um num restaurante no Pombal, fiquei com água na boca, e vontade de repetir!

Vou continuar a ler o livro Obsessão, da Sandra Brown, ou ver algum programa na televisão

Não vai haver brindes, votos, passas, desejos ou qualquer outra comemoração do género.

Também não vou fazer grandes retrospectivas sobre o ano que está a findar - foi complicado, duro, mas teve momentos muito bons e recordações que vou guardar.

A assinalar o facto de, nestes últimos dias (que coincidiram com a época natalícia), andarmos todos muito sensíveis e dados a lágrimas - de alegria, de emoção, de saudade, de tristeza.

Planos para 2013 - cortar no que puder e poupar o que der, continuar a ser feliz, viver com a minha família e mantê-la unida!

E, para já, é só!

Desejo a todos vós umas boas entradas no novo ano, divirtam-se, comemorem como puderem e aproveitem ao máximo esta passagem de 2012 para 2013!

2012 - O Filme

 

Que o mundo não acabou em 21 de Dezembro de 2012, já nós sabemos. Tal como aconteceu em tantas outras datas escolhidas por profecias ou previsões científicas, também esta foi ultrapassada.

É, igualmente, verdade, que já inúmeros filmes retrataram o fim do nosso mundo, de diversas formas, através das mais variadas catástrofes, algumas mais realistas que outras.

2012 é mais um desses filmes. As críticas, dividem-se entre absurdo, sem conteúdo, surreal e espectacular ou o melhor do género.

Para mim, há alguns aspectos que se destacam:

- por vezes, até mesmo aqueles que parecem malucos, podem dizer verdades nas quais ninguém acredita;

- se uma catástrofe destas acontecesse, apenas os mais ricos e poderosos teriam acesso garantido às "arcas", tal como mostra o filme;

- não devemos deixar para amanhã aquilo que podemos e temos vontade de fazer hoje - amanhã pode ser tarde demais;

- ainda existem pessoas que prezam a amizade, a solidariedade, a entreajuda, a honestidade, o amor;

- embora no filme tenha acontecido tudo ao mesmo tempo a verdade é que, se pensarmos bem, tsunamis, sismos, tornados, cheias, secas e outros acontecimentos têm marcado presença no nosso planeta;

- por último, é um filme que, para pessoas sensíveis, mexe muito com as emoções.

Por tudo isso, considero 2012 um grande filme!

 

 

 

O Museu do Pão

Este sim, valeu bem o dinheiro dos bilhetes!

Numa excelente localização, o Museu do Pão prima tanto pelo seu exterior como pelo interior.

Com três salas onde podemos aprender mais sobre a confecção do pão e a sua importância em termos históricos, religiosos e políticos, um auditório onde podemos visualizar um pequeno documentário sobre a história do pão ao longo das épocas, e uma visita guiada ao mundo dos duendes que termina com uma actividade para as crianças é, de facto, um Museu a visitar!

Aqui ficam algumas fotos!

 

 

O Museu do Brinquedo

 

Vir a Seia implica, obrigatoriamente (ou talvez não), uma visita ao Museu do Brinquedo.

Pessoalmente, não achei muita piada. É certo que tem alguns brinquedos engraçados, mas esperava mais. De qualquer forma, a visita foi escolhida para as crianças e, se elas gostaram, já valeu a pena!

Próxima paragem? Museu do Pão!

A Serra

 

Este ano, ao contrário do ano passado, encontrámos a Serra da Estrela coberta de branco!

De qualquer forma, continuo a dizer que, a mim, parece-me mais gelo que neve. É como se tivesse limpo o meu congelador, mas neste caso, uma arca congeladora gigante!

As crianças acharam, à sua maneira, divertido. Enquanto a minha filha fez "sku" mesmo sem querer, o irmão do meu marido tentava em vão escorregar na neve :)

E, embora já tenhamos chegado à Torre ao anoitecer, ainda conseguimos captar esta imagem espectacular das nuvens abaixo de nós, como que a chamar-nos para saltarmos para cima delas! 

  • Blogs Portugal

  • BP

  • Pág. 1/5