Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

À Conversa com BSkilla

thumbnail_bskilla foto promo3.jpg

 

O meu convidado de hoje é o rapper e MC da Margem Sul - BSkilla - que nos apresenta o seu segundo álbum "Abre a Caixa e Sai", produzido por Maf, SP, J-Cool, Zimous e Condutor, e que apresenta uma forte diversidade sonora.

Aqui fica a entrevista:

 

 

k15771734.jpg

 

Quem é o BSkilla?

B Skilla é, antes de tudo, um ser humano preocupado com as questões sociais, e que utiliza a vertente rap para expressar o que vai na alma. Um MCEE e representante da cultura hiphop, ex B Boy da crew 12 macacos.

 

 

“Abre a caixa e Sai” é o teu segundo álbum. O que traz de diferente este trabalho, relativamente ao seu antecessor?

O Abre a Caixa e Sai acaba por ser um álbum conceptual, mais “refinado”, mais maduro, coerente e pessoal que o antecessor (R)Evolução. Traz uma sonoridade diferente, diferentes conteúdos e todo um trabalho técnico mais detalhado.

 

 

Este novo trabalho é caracterizado pela diversidade sonora. Em que se traduz essa diversidade?

A diversidade vem naturalmente com os estilos musicais que me influenciaram, desde o reggae ou soul... ao escutarem podem notar que, de música para música, os universos são diferentes (apesar de ter uma linha coerente onde os temas acasalam uns com os outros). O gosto musical por outros estilos sempre esteve presente, depois foi só “imprimir”.

  

 

“Margem School feat. Chullage & Juh Combs” é o single de apresentação. O álbum conta ainda com muitas outras colaborações. Como foi trabalhar com esses artistas?

Foi uma experiência inesquecível e indescritível que surgiu a partir de um sonho, e que aconteceu naturalmente.

Cada artista colaborou comigo deixando um pouco da história da sua vida neste álbum, apoiaram-me incondicionalmente e acreditaram no meu trabalho.

É um sonho tornado realidade ter participações de artistas que me influenciaram a fazer rap desde o início. Foi gratificante ter trabalhado com estes artistas que antes de tudo são GRANDES seres Humanos.

 

 

thumbnail_bskilla foto promo4.jpg

Este álbum desafia todos aqueles que o ouvem a pensar por si mesmos, sem influência das opiniões de outros. Consideras que “pensar por si mesmo” é algo que todos deveriam pôr mais em prática nas suas vidas, e que ainda existem muitas pessoas que se deixam influenciar por opiniões de terceiros?

Considero que todos deviam pôr mais em prática.

Ainda existem muitas pessoas que se deixam influenciar pela opinião de terceiros assim como pelos meios de comunicação social. Hoje em dia na era da informação, facilmente se pesquisa aprofundadamente acerca dos mais diversos temas.

O meu alerta é no sentido das pessoas não se deixarem ficar pela primeira informação transmitida, tentem entender o que está por trás, triar a informação e entender de todos os lados... assim conseguiremos formar uma opinião mais concisa, pessoal e pensar “fora da caixa”.

Os Skits (interlúdios) do álbum são mensagens “fora da caixa” para cada ouvinte entrar no seu próprio pensamento e tirar as suas próprias conclusões, creio ser um bom exercício para pensarem por vocês mesmos.

 

 

Do que falam as músicas deste álbum, e que mensagens pretendes transmitir, para além da que falámos acima?

O Principal foco do álbum é para não nos deixarmos ficar dentro da caixa... sair dela e pensarmos de maneira livre sobre os assuntos.

Pretendo também transmitir os meus pontos de vista em relação aos diversos temas, consoante a minha opinião, vivência e experiência de vida.

Podem encontrar temas muito variados, desde a reeducação do pensamento, a importância da disciplina no nosso quotidiano, a influência do hiphop nas gerações vindouras, formas de manipulação das elites que governam o mundo e o desencadear do processo, o trabalho e a prevenção de acidentes, a família ser a nossa base para tudo... São alguns assuntos que considero muito importantes para nós. Mas nada melhor que escutarem para descodificarem o seu conteúdo!

 

 

 thumbnail_BSKILLA capa.jpg

“Abre A Caixa e Sai” foi lançado no dia 5 de maio, nas plataformas digitais. Quais são as tuas expectativas relativamente a este novo álbum, e à aceitação do público?

As minhas expectativas são que o álbum toque no coração e na consciência de quem o escutar. A estrada vai-se construindo aos poucos com humildade e respeito. O feedback tem sido grande e extremamente positivo, pelo qual agradeço do fundo do coração a todos os ouvintes. “One Love” para todos os que seguem a minha arte, já somos alguns e espero que sejamos mais ainda, porque juntos vamos mais longe!

 

 

Já tens concertos agendados para apresentação do álbum, e dos temas que dele fazem parte?

Ainda não tenho concertos agendados, mas estamos a preparar a agenda para poder partilhar com o público as minhas ideias, pontos de vista e música. Será um prazer e acontecerá brevemente.

 

Muito obrigada!

Marta Segão

 

Obrigado,

B Skilla.

 

 

 

 

Nota: Esta conversa teve o apoio da editora Farol Música, a qual cedeu também as imagens.

 

  • Blogs Portugal

  • BP