Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

À Conversa com Ricardo de Sá

ricardo de sa.jpg

 

Ricardo de Sá é já um nome, e uma cara bem conhecida entre nós. Por isso, quase dispensa apresentações!

Como actor, estreou-se na série T2 para 3 (RTP), seguindo-se Morangos com Açúcar, cujas temporadas acompanhei. Participou também nas telenovelas Doce Tentação (TVI), Mundo ao Contrário (TVI), Água de Mar (RTP) e, actualmente, A Única Mulher (TVI).

Pudemos vê-lo no programa A Tua Cara Não Me é Estranha, e ainda em filmes como O Inferno ou Morangos com Açúcar – O Filme, tendo a sua estreia em cinema acontecido em 2010, na curta-metragem Carne, de Carlos Conceição.

Vencedor de diversos prémios, como o de Melhor Actor na Categoria de Séries (pelas temporadas 7 e 8 de Morangos com Açúcar), Ricardo de Sá tem-se dedicado, também, à música.

 

CAPA FINAL_RICARDO DE SA.jpg

Ricardo de Sá traz-nos o álbum “Histórias”, que nada mais é que uma viagem musical pelo seu mundo e pelos episódios mais marcantes da sua vida. Depois do primeiro single, R.E.A.L., chega agora Despertar sem Pressa, com a colaboração de Sensi, músico e produtor português.

Ricardo, muito obrigada por teres aceitado o convite deste cantinho!

 

 

Começo por perguntar, o que te dá mais prazer fazer, como actor: televisão ou cinema? 

- Desde já agradeço imenso o convite. Como ator o que me dá mais prazer é criar personagens e pensar nos pontos de vista que o personagem pode ou não ter de acordo com a história/guião. Neste momento tenho a possibilidade de estar a fazer televisão (A Única Mulher) e teatro (Plaza Suite - Teatro Tivoli BBVA) em simultâneo e em breve irei começar em rodagens com uma nova longa metragem. O que me dá realmente prazer é ter trabalho e sentir que os realizadores/encenadores acreditam e confiam na minha capacidade para criar diversos personagens. Não gosto nem mais nem menos de uma ou outra coisa. Gosto de representar, no palco ou à frente das câmeras.  

 

Houve algum papel que te marcasse de uma forma especial?

- Claro que sim! O papel que fiz nos Morangos com Açúcar (Leo) onde ganhei uma grande notoriedade e carinho pelo público e o papel que me foi atribuído logo de seguida na Doce Tentaçao (Tomé) por ser tão diferente de mim e por ter tido a oportunidade de demonstrar a toda a gente a minha versatilidade. 

 

No programa “A Tua Cara Não Me É Estranha”, pudemos ver um pouco dos teus dotes como cantor. Que artista gostaste mais de imitar? 

- Gostei de tentar imitar todos... Imitar na perfeição acaba por ser impossível. Adorei o desafio de interpretar o PSY, pelo facto de ele cantar em coreano e de ter um coreografia muito complicada, deu me mais trabalho do que os outros e valeu a pena o esforço. Adorei interpretar também Kings of Leon, R Kelly e Expensive Soul pelo facto de me identificar com a música e de conseguir demostrar o meu real valor enquanto cantor. 

 

E qual foi o mais difícil de imitar? 

- A Anastácia e o Usher... O primeiro pelos motivos óbvios de ser uma mulher e por ter uma voz realmente única e distinta e o segundo por ser uma música muito difícil de cantar com um tom muito alto e falsetes enquanto dançava, penso que estes foram os mais difíceis e os que acabaram por me correr um pouco pior. 

 

Quando é que decidiste investir na tua carreira musical? Foi um “Despertar sem Pressas”?! 

- Eu gosto de fazer tudo bem feito e com calma. Sou muito perfeccionista e penso em tudo ao pormenor. As pessoas não sabem mas eu decidi começar a investir na minha carreira musical logo após o final das gravações da série juvenil McA. Tive um processo de aprendizagem e de desenvolvimento de várias áreas. Tirei um curso de produção e criação musical, desenvolvi muito mais as minhas capacidades a tocar guitarra ao ter aulas privadas, etc... Só depois de ter a certeza de te tinha capacidades para levar avante um dos meus sonhos, que era criar um álbum de originais, conseguir apresentá-lo ao grande público e percorrer as salas do nosso país com muitos concertos é que decidi investir nisso. Portanto acabou por sem um "Despertar sem nenhuma Pressa"... Sou muito novo, tenho 26 anos e não tenho pressa de chegar onde quero chegar. O que penso todos os dias é em criar uma carreira longa e consistente. Não me iludo com a fama nem com momentos áureos. Apenas acredito de que sou capaz e é isso que me dá força pra lutar todos os dias pelos meus sonhos. 

 

Em 2012, gravaste um videoclip para o single “Viagem”. Esse tema fazia parte de algum álbum, ou foi apenas uma primeira experiência?

- Esse tema foi o meu primeiro tema de originais e faz parte do meu álbum "Histórias". Ao fim ao cabo acabou por ser a minha primeira "história". Decidi gravar o Videoclip e partilhá-lo com o público em 2012 porque queria deixar uma primeira mensagem. Queria dizer que estou aqui e em breve vão existir mais coisas. Não foi uma experiência, foi o início das minhas "Histórias". 

 

Como é que caracterizas o teu novo álbum “Histórias”? Qual é o estilo predominante?

- É o meu estilo, uma mistura de vários estilos. Tudo numa onda muito cool e POP! Fiz o álbum a pensar na criação do espectáculo e o que mais quero é conseguir entreter o público com uma "História" que percorre vários universos musicais e várias cenas da minha vida, várias perspectivas, vários personagens, vários estados de espírito. 

 

Vai haver alguma tour do Ricardo de Sá em 2016?

 Claro que sim! Ando a preparar o espectáculo com ensaios com a banda e já tenho alguns concertos marcados. Estou muito feliz de tudo estar a correr conforme imaginei. Se quiserem saber as datas de concertos, sessões de autógrafos, etc... É só estar atentos às minhas páginas oficiais nas redes sociais. Garanto-vos que vão existir muitas novidades! Um grande obrigado! 

 

Aqui fica o vídeoclip:

 

 

E o link da página oficial:

www.facebook.com/Oficial.Ricardo.de.Sa 

 

Nota: Esta conversa teve o apoio da editora Farol Música, a qual cedeu também as imagens. 

 

  • Blogs Portugal

  • BP

  • 6 comentários

    Comentar post