Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

O que fizeram à Deolinda?

 

Relativamente à gala de ontem, e ainda antes de falar dos concorrentes, tenho que falar primeiro da surpresa da noite.

Assim que falaram em regresso desejado ao palco do The Voice, meti na cabeça que era a Deolinda. Até comentei com a minha filha e o meu marido que ela iria apresentar o seu próprio tema. Não fazia a mínima ideia, mas por acaso até foi mesmo isso!

Ouvi a música. Gostei. Da letra e da música. Mas não reconheci a Deolinda! Aquela Deolinda que chegou na edição passada e virou as cadeiras. A Deolinda detentora daquele vozeirão, que achámos logo que podia ser a potencial vencedora. A Deolinda que elevou, de tal forma, as expectactivas, que ainda não tínhamos conseguido encontrar igual nesta edição.

Ontem, ouvi a Deolinda e, se não soubesse quem era, e estivesse no lugar dos mentores, talvez nem tivesse virado a cadeira. Esta não é a Deolinda que todos conhecemos. Esta é uma nova Deolinda, que cantou mas não encantou.

Prometo ouvir hoje novamente, até porque ontem posso ter-me deixado distrair pelo sono e não ter estado com a máxima atenção, mas foi com este sentimento que fiquei depois de a ouvir - de desilusão, de desapontamento. Talvez seja por ser cantado em português, algo que só ouvimos uma vez na voz dela. Ou porque a música não se presta a grandes rasgos de voz. Ou, simplesmente, os meus ouvidos estão a pregar-me uma partida, já que li imensos comentários a elogiar a sua prestação.

Há por aí mais alguém que sofra do mesmo mal que eu e não tenha reconhecido a voz da Deolinda?

 

 

Quanto aos concorrentes, os que mais gostei de ouvir foram:

 

A Sónia - apesar de não ser apreciadora de fado, gostei muito da forma como ela cantou.

 

O Francisco - pode não ter um vozeirão mas brinca com a música como poucos! E o que me ri com aquelas expressões físicas dele enquanto cantava. Muito talentoso e genuíno!

 

A Inês - voz bonita e melodiosa, a juntar a uma postura calma. Adorei ouvi-la, mas não sei como se sairá noutros estilos musicais.

 

A Tamara - tem estilo, tem power, tem voz, tem atitude. Vamos ver até onde chega.

 

E ainda a Inês, obstetra.

 

 

Os que não gostei tanto de ouvir:

Joana - disse ela que tinha mestrado em musicoterapia. É verdade que a música é uma boa terapia, mas houve ali partes em que ela assassinou a música, desafinou, arranhou. Espero que o trabalho corra melhor.

Nádia, a cantar Celine Dion - senti que lhe faltou um pouco mais de garra

Francisco - estava muito "preso", contraído, e não sei se a guitarra não o terá atrapalhado. Gostei mais de o ouvir a cantar o seu tema, muito ao estilo dos DAMA, por sinal

Juliana - não é que não tenha talento, mas penso que a música não a favoreceu

 

Todos os restantes tiveram partes em que estiveram bem, mas outras em que as coisas correram menos bem, e nenhuma voz se destacou.

 

Caras conhecidas:

Tiago - Assim que o vi, disse para a minha filha "este não fazia parte dos Opera Buffa, que participaram no Got Talent?". E é mesmo ele!

 

Achei curioso o facto de o Anselmo ter virado várias vezes a cadeira, quando mais minguém parecia com vontade de o fazer, e ter aproveitado esta última prova cega para dar oportunidade a alguns concorrentes, quando mais ninguém se dispôs a isso.

 

As equipas:

Parece-me que, à primeira vista, as equipas do Mickael e da Marisa têm mais concorrentes de peso. Mas a Aurea e o Anselmo têm um ou dois trunfos que podem ser o suficiente para vencer.

 

 

 

 

Fechadas as equipas, já nos começamos a preparar para as batalhas que aí vêm no domingo, e que são uma das fases mais injustas do programa. Se colocarem um concorrente forte com um fraco, é injusto. Se colocarem dois concorrentes fortes, sabem que um deles vai perder, e perdem um dos trunfos, o que também é injusto.

Vamos ver como correm as batalhas da próxima semana!

Para já, temos novos looks para os mentores, mas devo dizer que o Mickael, com aquele rabicho, fica horrível!

 

 

Imagens The Voice Portugal

 

Já cheira a outono

Resultado de imagem para outono

 

O verão ainda não chegou ao fim, mas já cheira a outono!

Por certo, ainda virão dias de calor, uma derradeira oportunidade de aproveitarmos da melhor forma o final desta estação.

Mas, esta semana, sente-se o outono a chegar.

As temperaturas estão mais baixas, e já sabem bem as camisolas de manga comprida, e um casaquinho a aconchegar.

Ao céu já chegaram as nuvens, que vão encobrindo e deixando brilhar o sol ao longo do dia.

Já se notam os dias a ficar mais pequenos.

As aulas começaram, o que significa que daqui em diante é tempo de estudo, e não de diversão.

O verão, que parece ter passado num ápice, está mesmo a despedir-se de todos nós, para dar lugar ao seu eterno sucessor...

Passatempo Blogazine - Chiado

transferir (2).png

 

 

 

Querem ganhar um livro oferecido pela CHIADO? E ter a oportunidade de escolher o que mais vos agrada?

Então participem já neste passatempo exclusivo da Blogazine!

 

As regras são muito simples, como podem ver acima:

- seguir a Chiado Editora no facebook

- seguir a Blogazine no facebook

- preencher o formulário disponível no facebook da Blogazine, a que também podem aceder AQUI.

 

Depois, é só esperar pelo dia 20, para saber quem foi o grande vencedor!

 

Participem já, e habilitem-se a ganhar um livro à vossa escolha, à distância de um clique! 

 

 

 

Coisas a fazer pelo menos uma vez na vida

 

Vi no outro dia um artigo que listava algumas coisas que todas as mulheres deveriam fazer pelo menos uma vez na vida. Todas relacionadas com estilo e beleza. Eram elas:

 

Encontrar o seu perfume

Quanto a mim, será algo difícil de concretizar já que sou muuuuuuuuuuito esquisita com perfumes e, quando finalmente, encontro aquele que será o "meu perfume", ele desaparece do mercado!

 

Usar franjinha

Já usei, quando andava na primária! Tinha, não só, a franjinha como o cabelo cortado "à tigela".

 

Ser maquilhada por um profissional

Acredito que o resultado final seja um belíssimo trabalho, e um descanso para quem não tem jeito nem paciência. Mas não me imagino com todos aqueles produtos na cara.

 

Fazer uma depilação com todo o luxo

Poderia ser, mas apenas se fosse uma depilação definitiva. Aí sim, seria uma vez na vida, e nunca mais!

 

5 - Pintar o cabelo de uma cor exótica

Talvez, se algum dia meter na cabeça que sou um pavão, um tigre ou um campo relvado, por exemplo!

 

A sério?! Serão mesmo estas coisas que não deveríamos perder a oportunidade de experimentar nesta vida?

 

Pois eu digo-vos o que, para mim, todas as mulheres e homens deveriam experimentar uma vez na vida:

 

1 - A mulher estar na pele do homem, e vice-versa, pelo menos por um dia

 

2 - Dar à luz

 

3 - Fazer aquela loucura saudável que acham que nunca teriam coragem de pôr em prática 

 

4 - Umas férias naquele que é o seu destino de sonho, ou a sua viagem de sonho, sem terem que se preocupar com os gastos

 

5 - O amor

 

6 - Trabalhar naquilo que mais gostam

 

7 - Ser solidários com quem mais precisa

 

8 - Elogios sinceros e merecidos, sem segundas intenções

 

9 - Poderem ser eles próprios, sem máscaras, sem receios, sem restrições

 

10 - A igualdade

 

Certamente haveriam muitas mais, mas fico-me por aqui!

 

 

A discriminação já chegou aos gatos

blog 0032.jpg

 

Num dos perfis que costumo visitar no facebook, deparei-me com este comentário, que acompanha umas fotografias de gatos a comer restos de comida que as pessoas deram para os alimentar:

 

"Enquanto existirem pessoas com a mentalidade destas, que colocam comida na via pública para os gatos, haverá sempre uma enorme colónia de gatos “vira latas” nas ruas de Mafra.

Até quando?"

Digam-me que eu não li bem o que aqui está escrito, porque não consigo acreditar que alguém tenha dito algo assim, sobre quem não tem culpa de ter vindo ao mundo e estar abandonado à sua sorte.

Não sei que a pessoa em causa estava a utilizar os gatos para acusar as pessoas, ou as pessoas para acusar os gatos mas, seja como for, foi um comentário triste e desnecessário.

Eu diria que, enquanto existirem pessoas com a mentalidade desta, que criticam aqueles que, não tendo nada a ver com o assunto, ainda assim exercem a sua bondade para com estes animais abandonados dando-lhes comida para que não morram à fome, continuará a haver discriminação, e gatos abandonados e maltratados nas ruas de Mafra.

Que alertem as pessoas que, ao alimentar estes gatos, tentem colocar a comida em recipientes para evitar que a comida fique espalhada pela rua, é uma coisa.

Que incentivem as pessoas a pegar num destes gatos, e ajudá-lo dando-lhe um tecto e melhores condições de vida, para que não corra perigos desnecessários na rua e se evite a procriação, é uma coisa.

Mas apelidar os pobres gatos de "vira latas", só porque não têm a sorte de ter tido uma família que os tratasse bem e lhes desse amor e carinho, é descer muito baixo. O que é que esses gatos têm a menos que aqueles que comem comidinha gourmet, que dormem refastelados numa cama quentinha, cujos donos os levam constantemente ao veterinário, e que são tratados como verdadeiros príncipes? A única coisa que têm a menos, é a oportunidade de uma vida melhor. Tal como acontece com as pessoas. Com os ricos e pobres. Mais nada.

Por isso, em vez de vir para as redes sociais criticar e dizer mal dos gatos de rua de Mafra, ocupem o vosso precioso tempo a lutar contra o abandono, os maus tratos, a discriminação, em medidas de protecção destes animais, e na busca de soluções válidas para o problema!

 

  • Blogs Portugal

  • BP