Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

La Principessa Sofia de A a Z

 

 

A convidada de hoje é uma lisboeta com raízes em Trás-os-Montes e na Serra da Estrela.

Tem como grandes paixões as viagens, e a moda, mas o seu blog fala sobre muitas outras coisas.

Na verdade, o blog foi criado para partilhar com os seguidores a jornada de descoberta de todas aquelas pequenas coisas que podem fazer de si própria (e de cada um de nós) uma princesa, não de contos de fadas, com sonhos impossíveis de realizar, mas da vida real, e com sonhos que pode concretizar e fazê-la feliz e única! 

 


Deixo-vos com a principessa Sofia, de A a Z:

 

 

 

 

Amigos – valorizo uma tarde de gargalhadas e sorrisos com fotografias à mistura

 

Beauty begins the moment you decide to be yourself” Coco Chanel

 

Chocolate – uma das minha perdições

  

Decoração – um hobbie que gosto muitooo de alimentar, o meu Pinterest está cheio de ideias para a minha futura casa

 

Engraçada – vão perceber melhor no R 

 

Foco – gosto de me focar nos objetivos, saber e sentir que estou a trabalhar para alcançar

 

Gomas – ops, alguém falou em doces?! Mais uma das minhas perdições

 

Hoje – viver o hoje, não pensar no ontem e não esperar pelo amanhã – digamos que é um dos meus lemas

 

If you want to be original, be ready to be copied” Coco Chanel

 

Jovem – Young, Wild & Free (feat. Wiz Khalifa, Bruno Mars) uma das músicas que me acompanhou…

 

Lord – o meu cão faz parte da minha vida, do meu dia-a-dia, é um chato mas não me vejo sem ele

 

Moda – uma das minha paixões pessoais, é dos temas que mais gosto de abordar e que mais prazer me dá, sou apaixonada pelos detalhes que, num conjunto, podem fazer toda a diferença

 

Natureza - gosto de caminhar e sentir que tenho os pés no chão, gosto do som do vento e do cheiro das árvores, aiii que bem que sabe!

 

Organizada – é um tema de elevada importância para mim, tanto a nível pessoal como profissional, ajuda-me a aumenta a produtividade e por consequência as horas de um dia

 

Praia – um dos meus sítios preferidos para descansar, adoro o cheiro e o som da água a bater nas ondas

 

Querer é poder!” unknown

 

Rir mas com alguém ao lado porque sorriso dividido é sorriso dobrado

 

Simplicity is the keynote of all true elegance” Coco Chanel

 

Take the risk or lose the chance” unknown

 

Única – para quê ser iguais se podemos fazer a diferença?!

 

Viagens – faz parte da minha Bucket List | o que fazer antes de morrer, conhecer o mundo

 

Yoga – gostava muito de aprender a fazer yoga e a meditar, ia dar muito jeito para os dias mais difíceis

 

Zara – é das minhas lojas preferidas e de onde tenho mais roupa

O Amigo Gigante

 

Ontem foi dia de cinema. Aproveitámos a promoção McBox Cinema, pelo que os bilhetes ficaram mais baratos, a 1 euro cada um.

O filme escolhido foi O Amigo Gigante.

Já tinha ouvido falar bem do filme, mas não fazia ideia do que me esperava. Foi uma óptima escolha. 

E sim, também chorei com esta história. Raio de sensibilidade que havia de ter para estas coisas!

 

 

 

Mas foi impossível não o fazer, ao ver esta amizade tão inesperada entre uma pequena menina orfã, curiosa e destemida, e um gigante anão pouco convencional, e com uma linguagem maluca, que apanha sonhos para depois distribuir pelos humanos.

 

 

 

Sofia é a menina que vai desafiar as ordens da directora do orfanato:

"Nunca saias da cama, nunca chegues perto da janela, nunca olhas para lá das cortinas".

Ela vai fazer tudo isso, e vai ver o gigante que, supostamente, é responsável pelo desaparecimento dos meninos e meninas em Londres.

 

 

 

Ao ser descoberto por Sofia, ele vê-se obrigado a levá-la consigo, para que não conte a ninguém sobre a sua existência. Mas este gigante não é como os restantes companheiros. É um gigante gentil e amigo que, contra todos, se recusa a comer "cereais humanos", nome que dá aos seres humanos.

 

 

 

Os dois irão tornar-se grandes amigos, e Sofia vai mostrar ao gigante que ele não pode deixar que os outros gigantes o maltratem, nem tão pouco ataquem as crianças. Para isso, elaboram um plano que envolve a rainha, um tetrapesadelo e um sonho a que apelidou de "Sonho da Sofia".

 

Um filme com muitas partes cómicas, no início quase precisamos de um tradutor para perceber linguagem de gigante, e com uma bonita mensagem.

Se puderem, vejam!

 

 

Sofia com Fibra de A a Z

 

 

A Sofia é uma mulher de fibra, e por isso não temeu participar nesta nova rubrica, em que se descreveu através de cada uma das letras do alfabeto.

Descubram mais sobre esta mulher que tenta "viver a vida da melhor forma que sabe, passando barreiras e quebrando regras", e autora do blog Sofia com fibra!

 

 

 

 

A - Amiga - São poucos os meus amigos, pois não sou de me entusiasmar por qualquer um, quando gosto, gosto.
 
B - Baralhada - Sou a coisinha mais confusa que Deus pode criar.
 
C - Complicada - Segundo o meu marido complico só um bocadinho. 
 
D - Dedicada - Sou muito dedicada à minha família (filhos e marido), faço tudo por eles.
 
E - Elegante - Mentira, isso gostava eu! hahaha
 
F - Família - Adoro esta palavra, adoro a família que construí. 
 
G - Galinha - Sou uma mãe muito galinha sem dúvida nenhuma. 
 
H - Homens - Adoro os meus três homens cá de casa.
 
I - Impaciente - Sou muito impaciente em certas situações,  detesto esperar, já noutras situações não sei o que me segura, é o efeito mãe, ficamos moles.
 
J - Justa - Detesto injustiças, fico fula. 
 
K - K.O. - Uma mãe anda sempre assim, certo?
 
L - Lenta - Hó pá, tem dias que não é fácil ser-se o contrário. 
 
M - Mãe - Adoro ser mãe, amo ser mãe. 
 
N - Não - Acho que é a palavra que mais uso, para travar as asneiras do meu filho mais velho e o mais novo já vai saindo da casca.
 
O - Obcecada - pois.... pelos meus filhos. hahaha
 
P - Preocupada - Consigo ver o perigo onde não há, faço filmes por tudo e por nada.
 
Q - Quilómetros - Adoro fazer quilómetros, quando tenho uma brecha largo os homens e vou correr.
 
R - Refilona - Toda a vida fui refilona e levei muitas por não ter a língua no sitio. 
 
S - Sarcástica - Por vezes adoro, na hora certa aquela boca foleira é do melhor que há para alegrar o meu dia. hahaha
 
T - Teimosa - Já fui muito mais, mas a vida assim quis, apareceu um mais teimoso que eu, então tive de reajustar a coisas, a não ser que tenha as minhas certezas, ai ninguém me cala. E para ajudar, o mais velho sai ao pai então dou em louca. 
 
U - Uuumilde - Fogo isto é difícil! hahaha 
 
V - Vaca leiteira - Sim! É o que sinto de há sete meses para cá, tenho de ter a mama disponível á hora certa.
 
W - ....... ok deixa lá isso! 
 
X -  :X  - É o que tenho de fazer para não dizer asneiras em certas alturas. hahaha
 
Y - ........ Sim tá bem...
 
Z - Zen - Adorava ter os meus momentos de paz e experimentar aquelas cenas zen, com músicas e exercícios, massagens..... adorava. 
 
 
Muito obrigada, Sofia!

 

Namorados...mas pouco!

 

Desta edição da Casa dos Segredos 4, pouco vi. Aquilo que sei, apanhei das revistas e de uma ou outra ocasião em que alguém lá em casa mudava para o canal. 

Mas gosto das finais, e à falta de melhor oferta para uma noite de passagem de ano caseira, assisti à final com a curiosidade de ver se as estatísticas se confirmariam e sairia vencedora uma mulher. Não saiu. Nem a Joana (que era a preferida da Teresa Guilherme), nem a Érica (de quem tanto mal diziam mas nunca expulsaram), nem a favorita do público, a Sofia (que afinal não era assim tão favorita).

Também o Diogo não viu concretizados os desejos dos colegas, ficando com um honroso 3º lugar. Ele pareceu satisfeito. E, afinal, como ele próprio disse, entrou sozinho e saiu com uma namorada, por isso não podia estar mais feliz!

Não sei como foi esse namoro dentro da casa mas, na final, daquilo que vi, não me pareceram nada um casal de namorados. Vi um Diogo muito atencioso, e até carinhoso, com as suas colegas quando sairam, acompanhado-as à porta, mas pouco afectuoso com a própria namorada. É que nem amigos pareciam. Mas, enfim, pensei que não quisessem estar com grandes demonstrações de amor em plena final.

Da Maria Joana não posso dizer nada porque nunca vi nada sobre ela, a não ser que formava um suposto triângulo amoroso com o Diogo e a Sofia mas que, ao ser expulsa da Casa, tinha deixado o caminho livre para os dois últimos.

Já a Sofia, acho-a um pouco sonsa e irritante. Entrou na casa com o pai da sua filha, com quem se voltou a envolver, depois de várias discussões e cenas de ciúmes, e com quem se voltou a desentender, para logo em seguida se "apaixonar" e envolver com o Diogo.

Claro que, fechados dentro de uma casa, vivem as coisas de maneira diferente e mais intensa do que cá fora. Estão mais carentes e os sentimentos podem-se confundir ou ser mal interpretados. Quando chegam cá fora, a realidade é diferente. Por isso, não me espanta que, muitas das relações que começam lá dentro, acabem cá fora. E não me espanta que a suposta relação da Sofia e do Diogo tenha terminado em tempo recorde.

O que me deixou parva, foi o motivo apontado pelo Diogo para o fim do relacionamento. A sua incoerência, a sua atitude contraditória, uma certa falta de maturidade na forma como resolveu a questão e a expôs ao público. Foi isso que fez com que o público, e até os seus apoiantes, o crucificassem. Não se pode atribuir a culpa à Maria Joana - ela é livre e está disponível. Nem se pode atribuir a culpa à Sofia, que afinal até tinha razão para ser ciumenta.

Já em relação ao Diogo, o que se pode dizer de alguém que, num dia, afirma que o melhor que lhe aconteceu foi ter começado a namorar com a Sofia, e no outro, se lembra que preza muito a sua liberdade e não quer estar em nenhuma relação? O que se pode dizer de alguém que, supostamente, afirma que precisa que a namorada lhe dê espaço, e logo a seguir vai dividi-lo com a amiga? Que afirma que dormiu em casa da amiga unindo o útil (mais perto da TVI) ao agravável (matar saudades) e que não informou a namorada porque sabia que ela ia fazer filmes?! O que se pode dizer de alguém que não teve coragem para ter uma conversa franca, e esclarecer tudo antes que se fizesse todo este teatro à volta da questão?

É caso para dizer - Namorados...mas pouco, muito pouco mesmo! 

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP