Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Para desanuviar...a história do piolhinho!

Deve ter sido mais ou menos isto que aconteceu à Inês!
 

 
Ptimeiro, sente-se muita comichão na cabeça...

 
Depois, entra-se em acção à pesca do piolho...
 
E aqui está ele!
   

 
E tudo isto aconteceu porque, num certo dia, um ovinho de piolho foi depositado no seu cabelo. Nessa altura esse ovito media apenas 0,8 mm.
Os dias foram passando e, entre o 6º e o 7º dia, a pequena lêndia eclodiu do ovo.
A partir daí:
- Entre o 8º e o 9º dia formou-se a primeira ninfa com 1,5 mm, entre o 11º e o 12º dia formou-se a segunda ninfa com 1,75 mm e entre o 16º e o 17º dia formou-se a terceira ninfa com 2,00 mm.
Agora sim, já no estado adulto, entre o 17º e o 18º dia, o piolho inicia o acasalamento.
Entre o 18º e o 19º dia, a fêmea deposita os seus primeiros ovos (normalmente um ou dois dias depois do acasalamento).
A partir daí deposita 4 a 8 ovos por dia, durante os 16 dias seguintes.
Ou seja, se não estivermos atentos, quando damos por isso temos uma autêntica manifestação piolhosa na nossa cabeça.
E é melhor nos prepararmos para a batalha contra este poderoso exército!
Temos que nos munir de muita persistência, dedicação, paciência e confiança numa vitória mas, com o nosso esforço e as armas poderosas que nos oferecem para a batalha, haverá de certeza um final feliz, para o nosso cabelo, claro!
  • Blogs Portugal

  • BP