Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

O que dizem os sonhos?

 

Nunca fui uma daquelas pessoas que procura saber o significado dos sonhos que vai tendo ao longo da vida, assim como nunca fui pessoa para acreditar nas crenças e teorias sobre a interpretação dos sonhos.

No entanto, numa destas noites, sonhei com a minha falecida tia. Ela estava em casa dos meus pais, tal como eu, e estávamos como sempre. De repente, olhei para ela e pensei "mas a tia já morreu, como é que está aqui?". Fiz-lhe uma festa na cara e abracámo-nos as duas, a chorar, confirmando essa triste realidade... E acordei.

Por curiosidade, fui pesquisar sobre o que poderia significar este sonho e, no meio de várias teorias possíveis, encontrei aquela que acho que mais se adequa: como não tivemos tempo de nos despedirmos antes de morrer, o sonho serviu para isso mesmo - para fazer a despedida.

Na passada semana, voltei a sonhar com a minha tia. Íamos as 3 - eu, a minha mãe e ela - a caminhar pela rua. A minha tia estava bem e cheia de apetite. Foi bom vê-la deliciar-se com umas peras acabadinhas de comprar. Então, o mesmo pensamento veio: "mas a tia morreu, como é que posso estar a vê-la aqui?". Olhando como se estivesse fora de mim, percebi que mais ninguém a conseguia ver, porque ela, de facto, não estava ali. Acordei.

Desta vez, não fui procurar saber o que queria dizer este sonho. A minha interpretação surgiu instantaneamente: foi uma forma de saber que, onde quer que esteja, está bem e, por isso mesmo, também nós devemos ficar...

  • Blogs Portugal

  • BP