Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Programas caseiros ou saídas a dois?

 

Depois de ontem, definitivamente, programas caseiros!

Ou melhor, ficar simplesmente, em casa, sem planos.

Nunca pensei que uma saída programada me viesse a trazer tantos dissabores. E, apesar de ter sido uma ideia minha, pensei seriamente em não seguir adiante com ela.

Mas era uma coisa diferente, num dia especial, e por isso avancei.

Combinámos ir ao cinema ver o filme Winter's Tale - Uma História de Amor. E para a Inês não ficar triste de não ir ao cinema, acordámos levá-la a jantar ao McDonald's que havia perto do cinema, e assim estava perto da casa do pai, onde ia passar a noite. Portanto, estava tudo acertado. O que poderia correr mal? À partida, nada. Mas correu.

Saí mais tarde do trabalho, o que me atrasou logo meia hora.

O meu marido já se despachou tarde da inspecção ao carro.

O meu jantar foi um sumo de laranja feito, à pressa, em casa, e um croissant já na sala de cinema.

O tempo chuvoso não colaborou.

O GPS não ajudou - tive algum tempo a tentar que ele me encontrasse o Shopping. E quando consegui, já estava mal disposta. O caminho cheio de curvas também deu o seu contributo.

O meu marido, não sei se pela fome, ou pelo atraso que tínhamos, ou ambos, começou a stressar, e passámos grande parte do caminho a responder mal um ao outro (que romântico).

Chegámos ao McDonalds em hora de ponta, com 15 minutos para jantar e pôr-mo-nos a andar para o cinema (o que vale é que já tínhamos os bilhetes comprados).

Tivemos que correr em pleno shopping para chegarmos antes do início da sessão.

O filme foi uma desilusão, embora fale disso num próximo post.

A vinda para casa foi novamente de stress, implicâncias e respostas tortas.

E fomos dormir, de costas voltadas, com a Tica a fazer-nos companhia.  

Ou seja, aquilo que deveria ser uma saída para desanuviar, para nos aproximar, para namorar, acabou por ter o efeito contrário.

Por isso, para mim, bastou! Tão depressa não volto a programar saídas. Para me chatear, prefiro ficar em casa.

 

  • Blogs Portugal

  • BP