Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Meus caros concorrentes d'O Poder do Amor...

 

Cátia - sempre a tentares acalmar o Márcio e evitar que haja discussões entre ele e os outros, infelizmente, muitas vezes sem sucesso. Não tenho nada a apontar. 

Márcio - tens razão em algumas coisas que dizes, mas esqueces o principal - isto é um jogo e, desde que não se quebrem as regras, é cada casal por si e ganha o melhor. E devias saber que um bom jogador estuda as probabilidades, encontra estratégias e pode, inclusive, em alguma parte do jogo e enquanto isso lhe for favorável, fazer alianças ou formar equipas. Todos os casais estão aí com um objectivo: ganhar o prémio final! Ninguém entrou na casa pelo simples prazer de conhecer, conviver e criar amizades com os restantes casais. Embora isso possa acontecer, por acréscimo, e espontaneamente. Podes não agir da mesma forma que os outros, podes não concordar com essa forma de agir estrategicamente, mas tens que ter em mente que isto é um jogo.

 

 

Ana - Como mulher, e mãe, tiveste, na minha opinião, uma saída menos feliz quando soubeste que a Marta ia voltar ao programa. Ah e tal, engravidou, tivesse cuidado. As coisas não são assim, e tu sabes bem disso. Compreendo a tua revolta mas, tal como disse ao Márcio, isto é um jogo, e é a Sic quem dita as regras como bem lhe apetece. Já devias saber. E nada como uma boa polémica para agitar o ambiente e subir as audiências!

Quimbé - Tens razão em estar revoltado com a entrada no novo casal no programa, mas não tens que desistir por isso. Tens é que jogar o melhor que podes e sabes, para que esse mesmo casal não leve a melhor. Como já percebeste, as coisas estão sempre a mudar e ainda muita água pode correr debaixo dessa ponte. Se és um guerreiro, luta! Sempre é tempo mais bem empregue do que andares aí a gozar e a imitar toda a gente, quando não estás ao pé deles. Isso fica-te tão mal. Todos nós o fazemos, mas esqueces-te que aí há câmaras que te filmam a toda a hora. Pelo menos faz isso junto com eles, e goza também com os teus próprios defeitos. É preferível do que andarem a discutir.

 

 

Paulo e Marta - uma semana não deu para vos conhecer o suficiente. Tiveram que desistir mas, infelizmente, deixou de existir o motivo para a saída prematura. Se é justo vocês voltarem nesta fase? Talvez fosse mais justo num segundo programa, desde o início. Ou talvez entrarem algumas semanas atrás. Mas não deixa de ser justo terem uma segunda oportunidade. Pode até ter sido uma decisão vossa, mas não me admirava nada se as regras e contratos assinados vos "obrigassem" a tal. Entram em desvantagem financeira, e sabem que têm (quase) todos contra vocês. Caso venham a ser os vencedores, a vossa consciência ditará se foram justos vencedores, relativamente aos restantes concorrentes, tendo em conta tudo os que eles enfrentaram desde o início, as condições em que se encontravam quando vocês irromperam pela sala cheios de pica, energia e vontade de vencer, e tudo o que daí em diante acontecer.

Volto a dizer - O Poder do Amor é um jogo, e os concorrentes já devia saber, pelo histórico de outros programas, que tudo pode acontecer e que as reviravoltas e surpresas fazem parte do pacote.

 

 

Tina - nunca simpatizei muito contigo, mas tens estado bem. 

Eddy - podes não ser um bom jogador, mas como pessoa pareces-me muito simples, divertido e dos poucos que ainda se afasta das confusões, quando não te vês metido no meio delas mesmo sem querer! Continua a ser verdadeiro.

 

 

Ricardo - Continua a ser o concorrente que tens sido até aqui, e a pessoa que me pareces ser. Na minha opinião, um dos concorrentes mais calmos do programa.

Tânia - Desde o início, tal como aconteceu com a Tina, não simpatizei contigo. Mas tens-te esforçado imenso e estou a gostar mais de te ver.

 

E, por fim, para o último casal expulso:

 

 

Catarina e Artur - Com alguma razão vossa, tendo em conta algumas das provas e respectivos resultados, bem como os poderes ganhos, forma física, cultura e afins, consideravam-se o casal mais forte da casa. Talvez por isso, por toda a confiança adquirida ao longo das últimas semanas, se tenham sobrestimado. Mas deram-se mal. Quero acreditar que não foi suicídio premeditado. Isto é um jogo, como tantas vezes, e bem, afirmaram, e nada é garantido. As surpresas são uma constante e, quem hoje está no topo, amanhã pode vir parar cá baixo. E como bons jogadores que eram, sabiam que se estivessem nomeados, ninguém vos iria salvar. Acredito que para alguns casais, esta eliminação teve um doce sabor de vingança, pelo que aconteceu na semana passada.

Pode ter havido algum tipo de estratégia na segunda prova para vos massacrar. Mas foram vocês os únicos responsáveis pela eliminação, logo na primeira prova de casal.  

 

 

Uma das portas mais singulares do mundo!

Ouriço - ph. DR

 

Está aqui bem perto, na Ericeira, e pertence à discoteca Ouriço!

O Bored Panda, portal de artes gráficas e visuais seguido por milhões de leitores, fez uma selecção de portas de todo o mundo que nos fazem sonhar e que parecem convidar-nos a entrar noutras dimensões.

Nessa lista de fotografias, submetidas à votação dos internautas, encontra-se a porta da discoteca Ouriço, a mais antiga do país e que, na fachada, retrata o universo de “Alice no País das Maravilhas”.

Para além da Ericeira, outros destinos foram contemplados nesta lista que destaca portas singulares, como é o caso de Copenhaga (Dinamarca), Rabat (Marrocos), Nova Iorque (EUA) ou Miami (EUA). Funchal, Sintra, Sesimbra e Porto foram outras das localidades nacionais cujas portas foram seleccionadas pela sua beleza e singularidade.

 

  • Blogs Portugal

  • BP