Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

O que é que nos faz gostar (ou não) de um determinado autor?

transferir.jpg

 

Acho que, em primeiro lugar, é preciso ter interesse nos temos abordados pelos autores dos livros, e gostar da forma como esses autores escrevem e nos transmitem a mensagem.

Mas nem sempre isto é suficiente. Muitas vezes estamos a ler um livro e pensamos que é apenas "mais do mesmo", o que nos leva a não ter vontade de ler mais nenhum livro desse autor, porque já sabemos do que vai falar. Isso já me aconteceu.

Com Augusto Cury, por exemplo, em que fixei os conceitos e ensinamentos focados em 2 ou 3 livros, e bastou. Ou, por exemplo, com Casey Watson, sobre as famílias de acolhimento de jovens em risco. Li "O Menino que Ninguém Amava" e gostei muito. Mais tarde, vi outros livros da mesma autora à venda, mas não tive vontade de os comprar.

No entanto, noutros casos, esse é um factor determinante para eu querer "devorar" os livros de outros autores como, por exemplo, Julia Quinn, Lesley Pearse, Jeff Abbott, Nicholas Sparks, Sandra Brown ou, mais recentemente, Nora Roberts.

Já sei, à partida, com o que conto quando compro um livro de um destes autores. Já sei que, embora as personagens e a história central mudem, a base é a mesma. É por isso que os quero ler! É isso que me faz gostar deles.

E se, por algum acaso, um autor sai do seu registo habitual e se aventura em terreno desconhecido, podemos não gostar muito da mudança. Também pode acontecer o contrário, mas é sempre um risco.

Há ainda aqueles autores que se destacam por um determinado livro, e ficamos por aí. 

É difícil encontrar um motivo específico para justificar as nossas escolhas, mas penso que um dos segredos para mantermo-nos fiéis a determinados autores é o facto que, a cada novo livro, mesmo que seja mais do mesmo, acrescentar algo de novo, e não decepcionar os leitores. 

 

 

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP