Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Francesco Schettino condenado

Francesco Schettino (Foto: Reuters)

Eu diria, até, várias - o bom senso, a responsabilidade, a prudência, a eficiência, o profissionalismo, o controle...

 

Em 2011, comentava eu aqui no blog:

 

"O Pobre Destino de Francesco Schettino - então não é que o senhor, com o seu navio a afundar, no meio de toda a confusão e pânico que se instalou, teve a infelicidade de cair num bote salva vidas?! Infelizmente, depois desse trágico acontecimento, não lhe foi possível retornar ao navio e comandar as operações de salvamento! Assim nasce um herói! Da cobardia!"

 

Quase três anos volvidos, Francesco Schettino, ex-comandante do navio Costa Concordia, foi agora condenado a 16 anos de prisão por homicídio culposo múltiplo, por ter causado o naufrágio e por abandono do navio.

Não irá, no entanto, para a cadeia antes da conclusão do longo processo de apelação na Itália, que pode levar anos.

Esperemos que, ao contrário do que estamos habituados, a justiça tarde mas não falhe...

 

8 Conselhos para relações duradouras e felizes

 

Em véspera do Dia dos Namorados, aqui ficam alguns conselhos da terapeuta Laura Berman, e dos psicólogos John e Julie Gotmann para uma relação (em conjunto com os pilares básicos e fundamentais em que deve acentar) mais duradoura e feliz:

 

  • Não deixar andar

A maioria dos casais enfrentam fases em que sentem que algo se ‘desligou’. Muitos deixam o tempo passar e acabam por ignorar o problema, acomodando-se na situação. O grave do ‘deixar andar’ é que quando quiserem agir, pode ser tarde de mais.

  • Não adiar o romance

É muito frequente entre os casais deixar para depois os momentos românticos. Entre o emprego, as tarefas domésticas, os filhos e o cansaço, entre outros, namorar fica muitas vezes em último lugar. Mas estes momentos não devem estar confinados aos dias de aniversário ou a férias. Devem, pelo menos tentar, fazer dos dias normais dias especiais.

 

  • Não esperar que o (a) seu (a) parceiro (a) resolva a vossa relação

Muitas vezes as pessoas deixam-se estar inertes dentro da relação porque acham que é o outro deve resolver o problema. Pensam “porque tenho eu de fazer todo o esforço”? Embora seja verdade que uma relação é uma espécie de estrada com duas faixas, é prejudicial ficar parado.

 

  • Ser explícito sobre aquilo que se quer

As pessoas devem ser frontais com a sua cara-metade. As relações requerem uma comunicação honesta, clara e aberta.

  • Pensar a curto-prazo

Quando as pessoas querem melhorar as suas relações tendem a pensar a longo prazo, mas devem pensar no presente próximo – “O que posso fazer hoje”.

  • Elogiar diariamente

Os casais têm tendência a mais facilmente notar os aspectos negativos um do outro do que a elogiar. Coisas simples como elogiar um cozinhado ou um novo corte de cabelo trazem energia positiva à relação, fazendo com que se torne recíproca.

  • Sair da zona de conforto

Os casais estão estagnados na rotina? Fujam dela e façam um programa romântico diferente. Além disso, partilhem actividades de lazer juntos.

 

  • Agir com generosidade e bondade

Quando se trata de questões dos nossos(as) companheiros(as) há duas formas possíveis de agir: optar por respostas bondosas, que aproximam e demonstram interesse, ou por respostas ríspidas, desinteressadas ou indiferentes, que tendem a afastar.

  • Blogs Portugal

  • BP