Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Conservatório de Música de Mafra!

BREVEMENTE

 

É verdade! 

Depois de se mudar para cá o Museu da Música, só faltava mesmo uma iniciativa como esta!

Uma iniciativa conjunta da Câmara Municipal de Mafra, da Escola de Música Juventude de Mafra, e do Conservatório de Lisboa, que vai gerir este agora criado.

Apesar de só abrir portas em Setembro, já está aberta a primeira fase de candidaturas, que irá decorrer de 1 de Maio a 15 de Junho.

Podem inscrever-se crianças a partir dos 3 anos de idade.

Estão também agendadas sessões públicas de apresentação do Conservatório de Mafra, para quem estiver interessado.

Para mais informações, podem consultar neste link https://www.facebook.com/conservatoriodemafra?fref=photo onde estão também os contactos, datas das candidaturas e das sessões de apresentação, e outras novidades e publicações.

 

O que é que eu faço com 5 euros?!

Há muito tempo que não conto com qualquer ajuda que o pai da minha filha possa dar, e que ficou estipulada no acordo de responsabilidades parentais.

Primeiro o trabalho começou a ser escasso, e o dinheiro também. Depois ficou desempregado, sem qualquer subsídio. E a ajuda acabou. Se ele não tem dinheiro para ele, como vai ter para a filha.

Já me dou por feliz de ele vir buscá-la para estar com ele. Isso é o mais importante. Quanto ao resto, cá me arranjo. Que remédio! Enquanto eu puder, nunca há-de faltar nada à minha filha.

O pai dela começou, entretanto, a trabalhar, mas o ordenado era baixo e, de qualquer forma, se eu me aguentei durante tanto tempo é porque posso (deve ele pensar). Mas, de vez em quando, dizia-me "ah e tal, a ver se no verão começo a dar qualquer coisa para a Inês, que também me sinto mal, por não poder ajudar, e teres que pagar tudo".

Pela minha filha soube, há pouco tempo, que o pai ia mudar de trabalho. Iria receber mais agora, e já poderia dar algum dinheiro para ela. "É na próxima semana", dizia ela. Chegou essa semana e nada. "Afinal é só na outra", voltou a dizer.

Chegou este fim de semana e, como não vi nada, perguntei-lhe. Ao que ela me respondeu: "sim, o meu pai deu-me 5 euros!"

5 euros?!, perguntei-lhe eu. O que é suposto fazeres com 5 euros?

Comprar um par de sapatos? Pagar aquele livro que precisas para a aula? Comprar umas calças? Pagar o passeio da escola?

5 euros deveria dar ele à filha como mesada, por exemplo. Ou em qualquer outra ocasião.

Sim, é dinheiro. É melhor que nada. E ela deve, de certeza, encontrar qualquer coisita para lhe dar uso.

Mas, sinceramente, 5 euros? Seria essa a ajuda a que ele se referiu que se sentia mal em não dar?

É que mais valia estar calado!

Resta-me esperar pelo verão (não sei bem de que ano), para ver se cai mais alguma nota...

 

 

 

Só faltava mesmo aprender Mandarim!

 

transferir (19).jpeg

 

Porque Portugal está a ser, aos poucos, totalmente dominado e gerido pelos chineses!

E, com esta crise, até os nossos olhos já andam há muito tempo em bico!

O Instituto Confúcio da Universidade de Aveiro, recentemente inaugurado, foi criado com a missão de contribuir para a implementação do mandarim no ensino secundário português.

Ao que parece, esta nova disciplina vai ser opcional para alunos da outras áreas que não Humanidades. Já para quem opte por essa área, vai ter mandarim como disciplina curricular, a partir do 10º ano.

Para já, o ministério está a trabalhar, apoiado pelo Hanban (o equivalente chinês ao Instituto Camões), num projecto-piloto que pretende introduzir o mandarim numa média de uma turma por escola, em cerca de 20 escolas do país.

No entanto, a questão que muitos colocam é o porquê do mandarim, com tantas línguas à escolha?

Para mim a explicação é simples: de há uns anos para cá, os chineses têm vindo a apoderar-se do nosso país. Primeiro, os restaurantes chineses. Depois, as lojas chinesas. Ultimamente, os chineses que têm comprado, negociado, investido, no nosso país. Têm-se apoderado de negócios que eram exclusivamente portugueses.

E se, antigamente, tinham que ser eles a aprender a nossa língua e a adaptarem-se ao nosso país, brevemente, será precisamente o contrário - teremos que ser nós a aprender e dominar a língua deles, e a nos adaptarmos à sua forma de trabalhar, se quisermos continuar em Portugal! 

 

(Ainda bem que no meu tempo não havia esta disciplina, senão era caso para dizer - isto para mim é chinês - literalmente!)

 

 Resultado de imagem para lingua mandarim

Os meus sonhos têm banda sonora!

Resultado de imagem para sonhar música

Já aqui contei que, de vez em quando, sonho com músicas.

Ou melhor, sonho com determinadas cenas que são acompanhadas por música, como se fosse uma banda sonora daquele sonho.

Provavelmente, acontece o mesmo a muita gente. Mas há quem nunca tenha sonhado com música.

A mim agrada-me ter sonhos musicais!

O mais complicado quando isso acontece, é acordar e lembrar-me da música. Por vezes, desaparece e nunca mais a recordo. Outras, lembro-me da música mas não sei de quem é, como foi o caso das duas últimas, que tive que ir à procura pela letra.

Algumas vezes, até conheço e sei quem canta, e até nem gosto delas, mas acabo por andar umas horas com elas na cabeça, contra a minha vontade.

E, outras vezes, a música nem sequer existe! Foi inventada pelo meu subconsciente!

  • Blogs Portugal

  • BP