Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Kiss Me - o novo single dos Fingertips

 
 
O novo single dos Fingertips intitula-se "Kiss Me", e é, segundo eles, "a agitação da juventude reconciliada com a música".
 
A música fala-nos do amor à primeira vista e da rebelião que os corações acelerados provocam.
 
"Kiss Me" é a sucessão da linha melódica alternativa sob a qual os Fingertips se inspiram, e que promete encontrar os corpos enérgicos já a partir de Março de 2016.
 
O videoclip oficial da música será gravado brevemente, na Califórnia. Enquanto isso, deixo-vos este vídeo, que faz parte de uma série documental que a banda criou, o Hit The Road, e que compilará as experiências internacionais da banda. Em Paris, a sonorização foi feita com este novo single, "Kiss Me".
 
 

 

 

 
Links para o streaming da música:
 
Spotify  - http://smarturl.it/FTKM-Spotify 
Apple Music - http://smarturl.it/FTKM-AppleMusic 
 

À Conversa com Diana Martins

COVER DIANA1500.jpg

Filha de músicos e, por isso, ligada à música desde cedo, Diana Martins pisou pela primeira vez um palco com apenas 4 anos.

Mais tarde participou, por duas vezes, no Festival Barcelos para a Música, tendo-se sagrado vencedora aquando da segunda participação.

Aos 10 anos, entrou para o Conservatório de Música de Barcelos, que ainda hoje frequenta.

Em 2014, decidiu tentar a sua sorte e concorrer ao programa da TVI “A Tua Cara Não Me É Estranha Kids”, onde teve como mentor Ricardo Soler, tendo alcançado a vitória na grande final.

O prémio foi a gravação de um disco, composto por 9 temas originais, que chegou às lojas no passado dia 26 de Fevereiro, tendo como tema de apresentação o single “Façam Barulho”.

Para nos falar um pouco mais sobre si, a Diana aceitou o convite para participar nesta rubrica, e responder a algumas perguntas.

 

 

Para quem não te conhece, quem é a Diana Martins?

Bem, a Diana é uma miúda feliz, bem-disposta e está sempre bem com tudo e todos. Adora a liberdade e ama a música. Não gosta de se sentir pressionada e que tomem decisões por ela. O seu forte não é ser uma menina como todas as outras. Não se maquilha, não gosta de usar saias, vestidos, acessórios... enfim, nada que uma rapariga normal use. Apesar de tudo, tem pessoas que lidam muito bem com ela e que a apoiam incondicionalmente.

 

No programa “A Tua Cara Não Me É Estranha Kids” formaste equipa com o Ricardo Soler. Como foi essa experiência? O que aprendeste com ele?

De facto, o Ricardo foi e continua a ser uma pessoa bastante importante para mim. Ensinou-me muito, não só no mundo da música, mas também a ser uma pessoa melhor. Partilhamos momentos excecionais. Foi uma experiência inesquecível e que a recordo todos os dias. Infelizmente, não é fácil estar com ele várias vezes, visto que moramos bastante longe um do outro. Mas, mesmo assim, continuamos em contacto.

 

O que é que sentiste quando anunciaram o teu nome como vencedora do programa?

Fiquei muito feliz, obviamente. Quando eu inscrevi-me nesse programa não ia com o objetivo de sair vencedora. Fui porque sabia que era uma boa oportunidade para aprender mais, evoluir mais e poder “matar a curiosidade” no que diz respeito ao “mundo atrás das câmaras”. Sem dúvida que foi um momento bastante importante para mim, pois foi a realização de mais um objetivo. Ainda por cima, o prémio que me foi atribuído era algo que eu gostava de fazer um dia e que já tive a oportunidade de o fazer.

 

Que diferenças existem entre a Diana que participou em “A Tua Cara Não Me É Estranha Kids” e a Diana de hoje?

Penso que a Diana de hoje é mais confiante, mais crescida, tanto a nível físico como a nível psicológico, e mais evoluída e com novos sonhos por realizar.

 

Lançaste no passado dia 26 de fevereiro o teu álbum de estreia. Do que nos fala este primeiro álbum?

Este álbum, para começar, é um álbum muito especial, visto que é o primeiro. É um disco de estilo Pop e direcionado, principalmente, aos jovens e adolescentes. As mensagens que maior parte dos temas tentam transmitir é de nunca desistir, não ter pressa de crescer e viver sem ter medo de se ser como é. Penso que está um trabalho muito bem conseguido. A verdade é que tive uma equipa maravilhosa a trabalhar comigo.

 

Qual é a sensação de lançar um álbum com apenas 14 anos, e ver o sonho realizado?

Confesso que é um pouco assustador, não deixando de ter graça. Como já referi, a gravação de um disco era algo que eu gostava de um dia fazer. Não sabia que seria tão cedo! Contudo, vou me esforçar para que tudo corra bem e para que continue a ter tempo para mim e para os outros. É muito bom realizar os nossos sonhos, principalmente quando são bem realizados!

 

Qual tem sido a recetividade do público a este teu primeiro trabalho?

Baseando-me nos comentários que já recebi, posso daí tirar uma conclusão: o público gosta deste meu trabalho. Eu gosto sempre de guardar todas as críticas, positivas ou negativas, que me fazem, pois sei que um dia vou com elas aprender. Resumindo, penso que as pessoas que compraram este álbum estão felizes com o resultado.

 

Quais são os teus objetivos para este ano?

Para este ano queria, sobretudo, ser muito feliz! Gostava de fazer concertos para poder divulgar o meu trabalho, sendo agora mais simples, pois tenho uma banda que me poderá acompanhar nos espetáculos. Vou continuar a aplicar-.me na escola para poder ser alguém no futuro e gozar a vida que tenho: divertir-me com os meus amigos e conviver com a minha família, que é sempre importante, nunca esquecendo esta grande responsabilidade que agora tenho!

 

Muito obrigada!

 

Deixo aqui o link do áudio oficial https://youtu.be/3lVnFniZ4zc

e do facebook https://www.facebook.com/DianaMartinsOficial/

 

Nota: Esta conversa teve o apoio da editora Farol Música, a qual cedeu também a imagem e link do áudio. 

  • Blogs Portugal

  • BP