Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Portugal é campeão europeu! E agora?

 

Ontem, todos os portugueses (ou quase todos) estavam com as atenções voltadas para a final do campeonato europeu de futebol, ou não estivesse a equipa portuguesa a um passo de fazer história!

Por muito que os portugueses estejam insatisfeitos com o estado em que se encontra o país, que sejam muitas vezes os primeiros a dizer mal de Portugal, e a desvalorizar aquilo que é nosso, o futebol tem essa faculdade de uni-los todos por uma causa maior.

Compreendo que os portugueses torçam, como é óbvio, pela nossa equipa. Mas custa-me compreender a histeria desenfreada que se gera e a que assisto à minha volta, por conta de um jogo.

Como portuguesa, gosto muito do meu país, mas não sou fanática por futebol. Não acreditava que Portugal ganhasse, mas fico feliz que tenha conseguido esta vitória, talvez mais merecida por campeonatos anteriores, do que propriamente por este campeonato, e para calar a boca a todos aqueles que usaram meios mais baixos para nos destabilizar.

Durante uma hora e meia, conseguimos manter-nos num empate a zeros, com todo o mérito do Rui Patrício que, penso que todos estaremos de acordo, foi sem dúvida o homem do jogo! Não fossem as mãozinhas dele, e aquelas sucessivas defesas, e já estaríamos esmagados pela França. Uma França que jogava em casa, era clara favorita, e tinha uma enorme responsabilidade e pressão sobre os ombros.

A saída inesperada e antecipada do Cristiano Ronaldo foi emotiva, frustrante, triste, mas talvez (digo eu) tenha sido uma inspiração adicional para conseguirmos trazer a vitória para Portugal. 

E para todos aqueles que continuam a achar que a equipa portuguesa é o Cristiano Ronaldo e o Renato Sanches, e pouco mais, ficou provado que estes e outros bons jogadores podem ser uma mais valia e ajudar a obter bons resultados, mas os restantes jogadores também estão lá, e conseguiram vencer mesmo sem os "melhores" em campo.

Para isso contribuiu, e muito, a entrada de Éder, que marcou o nosso golo, o único da partida, mas suficiente para nos garantir a taça.

Hoje, somos todos Portugal!

E, de facto, Portugal ganhou, é campeão europeu, e está de parabéns. Foi um feito histórico e que nunca iremos esquecer. Mas é só isso.

Oiço várias pessoas dizerem "ah e tal, isto é muito bom para Portugal" ou "o nosso país vai ser mais conhecido". O meu marido também costuma dizer algo do género.

E eu respondo-lhe sempre:

O teu ordenado vai aumentar?

Vais ser beneficiado em alguma coisa?

Os portugueses vão ter melhores condições de vida?

Algum do dinheiro ganho pela equipa irá servir para ajudar quem mais precisa?

 

Não!

 

Portugal ganhou, é certo. Mas tudo o resto, infelizmente, irá continuar na mesma. Será preciso muito mais para melhorar e trazer a Portugal tudo o que ainda faz falta, e está mal, do que o título de campeão europeu de futebol que, daqui a uns tempos, já ninguém irá lembrar.

A não ser os portugueses que, à falta de melhor, podem sempre dizer: "ah e tal, tudo está mal neste país, mas pelo menos fomos campeões europeus!"

 

Imagem www.cmjornal.xl.pt

Entrevista completa aos Amor Electro

 

 

Formada por Marisa Liz, Tiago Pais Dias, Rui Rechena e Ricardo Vasconcelos, esta banda estreou-se em 2011 com o álbum “Cai o Carmo e a Trindade” e, desde então, não tem parado de crescer.

Hoje, os Amor Electro são um dos principais projetos da música portuguesa que alia, simultaneamente, modernidade e tradição, raízes populares e eletrónica, dando origem a um som original, com carisma, emoção e portugalidade. 

 

 

 

Com vários prémios e distinções, como o Globo de Ouro para melhor banda e melhor música com “A Máquina”, em 2012, ou o prémio European Border Breakers Awards 2013, e vários concertos esgotados, ao longo dos últimos anos, um pouco por todo o país, ninguém fica indiferente à qualidade do trabalho dos Amor Electro, e à inconfundível voz da Marisa Liz.

 

 

 

Depois de “Cai o Carmo e a Trindade” e de R(Evolução), de onde saíram, à semelhança do tema “A Máquina”, outros temas de igual sucesso, que fizeram parte da banda sonora de telenovelas portuguesas de horário nobre, os Amor Electro estão agora na fase de preparação do seu terceiro álbum.

 

 

 

Neste novo trabalho, para além do tema “Juntos, somos mais fortes”, apresentado na gala final do programa The Voice Portugal, no qual a vocalista era uma das mentoras, o público poderá também contar com uma música escrita por um dos fãs da banda – um poema escolhido entre os vários que os fãs escreveram e lhes chegaram às mãos.

Os Amor Electro foram os convidados da edição de Julho da Blogazine. Deixo-vos aqui a entrevista completa!

 

 

Como é que nasceram os Amor Electro?

Os Amor Electro juntaram-se para criar uma banda de versões chamada Catwalk em 2010, passado uns meses tivemos a sorte de ter um convite para gravar um disco de originais e nasceram os Amor Electro.

 

Como é que definem o vosso género musical?

Como é tão difícil para uma banda definir o seu som, quisemos dar um nome àquilo que fazemos e assim surgiu o nome Amor Electro. Amor Electro representa música eletrónica, rock, pop, tradicional e o que mais nos apetecer, dando-nos a liberdade para navegar nestes estilos e evoluir para o desconhecido, falando sobre tudo o que nos rodeia, mas principalmente de amor.

 

Pegando no título do vosso segundo álbum, consideram que os Amor Electro revolucionaram, de alguma forma, a música portuguesa a que estávamos habituados?

Quem faz da música uma revolução são as pessoas. A nossa intenção era fazer um disco que, para nós enquanto músicos e seres-humanos, seria revolucionário musicalmente e emocionalmente. Ficamos imensamente gratos por podermos ter a oportunidade de mudar para melhor a vida de alguém, isso para nós é uma revolução!

 

Depois do sucesso dos dois primeiros álbuns “Cai o Carmo e a Trindade” e “R(Evolução), quais são as vossas expectativas relativamente a este novo trabalho?

Fazer um disco em que acreditemos, dar o melhor de nós e esperar que alguém sinta e entenda a nossa mensagem.

 

O videoclip do novo single “Juntos, somos mais fortes” contou com a participação de 200 pessoas, que os Amor Electro convidaram para se juntar à banda, sob o lema “juntos somos mais fortes”, em dezembro de 2015. Como foi essa experiência?

Foi brutal! Foi um dia em que todos se juntaram para estarem juntos!!  Um dia em que a energia, o carinho e o apoio de todos foram fundamentais para termos um dia feliz. Infelizmente, por motivos técnicos, tivemos que ir por outro caminho que em breve iremos mostrar, mas que se regeu pelas mesmas vontades e convicções, mostrando que juntos, somos mais fortes!

 

Como é que surgiu a ideia de fazer uma música com um poema escrito pelos vossos fãs?

Queremos cada vez mais partilhar e unir aquilo que fazemos com todos os sentem e entendem a nossa música reforçando sempre a ideia de que juntos, somos mais fortes!! Ficámos surpreendidos pela enorme adesão e, emocionados por termos tanta ajuda nesta nossa viagem.

 

Foi difícil fazer uma escolha entre os 522 poemas que receberam?

Não foi, está a ser difícil…já temos algumas letras de parte, mas realmente o talento em Portugal é gigante e a nossa escolha vai ser feita até ao último momento.

 

Já têm alguma data prevista para o lançamento do vosso terceiro álbum?

Acreditamos que vai ser este ano e estamos a trabalhar imensamente para que isso aconteça.

 

O que gostariam de concretizar em 2016, que ainda não o tenham conseguido fazer até agora?

Queremos continuar a trabalhar no nosso país, fazendo o melhor 3º Disco possível, tentando sempre inovar e trazer alguma frescura ao nosso Portugal.
Queremos também abrir as portas ao mercado internacional, temos algumas intenções previstas para 2016/2017 e gostávamos muito de conseguir que a música dos Amor Electro fosse escutada pelo mundo!

 

Onde é que os vossos fãs vos vão poder ouvir este ano? Já têm atuações agendadas?

Felizmente já temos uma agenda bastante preenchida para este ano, vamos andar um pouco por todo o país. Não querendo deixar nenhuma cidade de fora, o melhor a fazer é visitarem os Amor Electro no Facebook / Site !!

 

Muito obrigada pela vossa disponibilidade, e votos de muito sucesso!

 

 

 

Para ficarem a saber mais sobre os Amor Electro, aqui ficam os links do twitter, facebook e, claro, o site oficial da banda:

twitter.com/amorelectro

https://www.facebook.com/AmorElectroPT/?fref=ts

www.amorelectro.com/

 

 

Este artigo foi escrito para a Blogazine de Julho.

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP