Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

BackstAGE - Associação Meleca

 

O grupo de teatro adolescente da Associação MELECA apresentou, este fim-de-semana, na Ericeira e em Mafra, o seu novo trabalho.

BackstAGE conta a história de um grupo de teatro que pretende apresentar o clássico de Shakespeare, mas tudo pode estar em causa por conta de alguém que quer arruniar os planos da encenadora.



 

Com texto e encenação de FernandoTerra, actuações de Ana Cardoso, Nagua Morvillo, Ema Alves, Eric Gonçalves, Joana Batalha, Joana Lima, João Moninhas, e Fedor Samoilovich no áudio, assisti hoje à última apresentação deste espectáculo.

 

É um espectáculo de curta duração, em que estes jovens tentam dar o seu melhor, apesar do nervosismo, para mostrar o seu talento, proporcionar um bom momento ao público e, acima de tudo, divertirem-se.

Um dia estive no lugar deles, e dou-lhes os parabéns pelas suas prestações. Tive Oficinas de Expressão Dramática no 12º ano, e no final do ano lectivo apresentámos a nossa peça também na Ericeira e em Mafra. O meu papel era secundário, fazia de cigana. Não tinha muito jeito, fiz o que tinha que ser feito, e jurei que nunca mais ia estar naquela situação, a actuar para uma sala cheia, com os nervos à flor da pele.

Mas penso que o gosto pelo teatro e o talento, duas coisas que eu não tinha, podem fazer a diferença e levar estes jovens a superar tudo e mostrar-se confiantes em palco.

Não sou perita em detectar futuros talentos, mas gostei muito da actuação do João Moninhas, e do seu à vontade em palco.

No entanto, de uma forma geral, todos estiveram bem e conseguiram levar a bom porto a sua missão.

Só tenho pena que tenham estado tão poucas pessoas a assistir à peça, apesar de ter sido apresentada já ao final da tarde.

Ao grupo, desejo-lhes continuação de um bom trabalho, e que a próxima peça seja um sucesso!

Diário de Férias - 6º dia

 

Sábado foi dia de acordar cedo, para ir à consulta de optometria.

Há dois anos que não ia lá, e trouxe boas e más notícias. A graduação mantém-se, só o olho esquerdo, que tem miopia e astigmatismo, piorou um bocadinho, mas não há nada a fazer.

Vou ter mesmo que trocar as lentes dos óculos, porque estas, já antigas, estão riscadas e baças, o que vai ser um acréscimo às lentes de contacto.

Quanto às lentes de contacto, vou andar em testes, até conseguir encontrar umas com as quais me sinta confortável, porque estas que uso actualmente já me causam impressão na vista.

Vou também ter que recorrer à lágrima artificial, porque os meus olhos não produzem muita lágrima. A Dr.ª disse-me ainda que, com a idade, algumas pessoas tendem a deixar de ser tolerantes às lentes de contacto. Espero que não seja o meu caso.

Chegámos também à conclusão que eu tenho as membranas do olho muito sensíveis, até mesmo dado o facto de, tão nova, já ter tido o descolamento do vítreo, que é algo que acontece normalmente aos 60 anos, e por isso mesmo, deveria tomar um suplemento de luteína. Sim porque, para conseguir a quantidade de vitamina recomendada, teria que comer cerca de 15 cenouras por dia!

Na próxima semana irei então buscar os óculos e as lentes para experimentar.

Depois das compras, e já ao final do dia, como estava mais fresco, fomos até à praia para jogar raquetes e dar um mergulho. Bem merecido, porque conseguimos chegar aos 1267 toques!

Cheguei a um ponto que já nem estava a ver bem a bola, e tinha os olhos a arder, mas queria ver se conseguíamos os 1300, mas o meu marido também já tinha a mão dorida.

O mar parecia uma piscina e, às 19h, quase ninguém estava na água. Deu para nadarmos à vontade, e ficar ali deitados a apreciar.

Mas já estava a ficar tarde, e tivemos que vir embora.

 

  • Blogs Portugal

  • BP