Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

O Crime da Porta ao Lado, de Diana Couto

 

Maryhana estava no seu local de trabalho quando, de repente, lhe entra pela porta a pessoa que menos esperaria e menos queria ver - o assassino do seu pai!

Tudo aconteceu quando ela tinha 4 anos: um amigo do seu pai atacou-o e matou-o à sua frente. Ela assistiu a tudo. Ele foi preso. E agora está de volta, para terminar o que começou.

Contudo, Maryhana não está disposta a facilitar-lhe a vida, o que o obriga a virar-se para aqueles que lhe são mais próximos, ou que ela mais ama. 

Mas, de forma inesperada, Maryhana acaba mesmo por ser atingida a tiro, e é enquanto se encontra em coma, no hospital, que este homem rapta Meggan, a sua amiga, que mais tarde virá a ser dada como morta.

No entanto, muitos segredos se escondem por detrás de Craig, e dos motivos que o levaram a matar aquele que Maryhana julgou, toda a vida, ser o seu pai. Se ela achava que conhecia a verdadeira história da sua vida, enganou-se. Ainda há muito por descobrir.

 

Será que Meggan está mesmo morta?

Será que Maryhana conseguirá escapar com vida desta perseguição que dura há 15 anos?

E quem será Math, que entra de forma inesperada na história?

 

O que têm em comum estas três personagens, o que as liga ao assassino, e que destino lhes reserva o futuro, é o que poderão descobrir quando lerem este livro!

Um livro para reflectir sobre o que é, de facto, o amor, e até que ponto se pode usá-lo para justificar os actos que cometemos, em seu nome.

 

 

 

"O meu nome é Maryhana. Maryhana Norths. Sou apenas uma jovem estudante da classe média que usava os trabalhos no bar e como ama para pagar os estudos. Tenho 19 anos desde ontem. Sou órfã de mãe desde sempre, órfã de pai desde que me lembro.”

 

 

 
 
 
 
 
"Meggan Pinch e eu éramos consideradas a apêndice uma da outra durante o secundário. Para onde quer que uma fosse, a outra ia também. Davam-nos a alcunha de M&M’s, como se nos importássemos muito com isso. De certo modo, até gostávamos. Éramos o oposto uma da outra. Ela, popular e desportiva, possuía cabelo loiro e comprido que contrastava completamente com o meu castanho-escuro e curto. Eu, pálida e insegura, focada apenas nos livros e no curso de Medicina que nunca cheguei a tirar... Ela, de pele morena e personalidade extrovertida, dona de si mesma e dando o seu ar de insensível."
 
 
 
 
 
 
"O meu nome é Math. Tenho 22 anos. Nunca conheci a minha irmã mais nova e não me lembro bem do meu pai. Lembro-me da sua cabeça sem cabelo algum, que a minha mãe me quis fazer crer que, em tempos, fora tão ruivo e tão ondulado quanto o meu. Na verdade, a minha mãe passou a minha vida toda a contar-me sobre as minhas semelhanças com o meu pai."
 
 
 
Data de publicação: Setembro de 2016
Número de páginas: 114
ISBN: 978-989-51-8201-5
Colecção: Viagens na Ficção
Género: Ficção
Idioma: Pt
 
 

Sinopse

“O meu nome é Maryhana. Maryhana Norths. Sou apenas uma jovem estudante da classe média que usava os trabalhos no bar e como ama para pagar os estudos. Tenho 19 anos desde ontem. Sou órfã de mãe desde sempre, órfã de pai desde que me lembro.”

Maryhana vê a sua vida dar uma enorme reviravolta aos 4 anos e, quando acha que já não podem haver mais surpresas, o destino mostra-lhe o contrário. 15 anos depois, ainda há questões para as quais são necessárias respostas.

Rapto, homicídio e violação são temas abordados numa história que gira em torno de duas melhores amigas e no real significado da palavra amar."

  • Blogs Portugal

  • BP