Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

The Voice Portugal: Estarão os mentores cegos dos ouvidos?

Ou só veem e ouvem o que lhes interessa?

Chamam a estas provas "provas cegas", mas eles afirmam, sobre alguns concorrentes, que ouviram a sua voz e souberam logo quem era. De alguns, até sabem o nome mesmo antes de os concorrentes se apresentarem. Mas adiante...

 

O que, por vezes, me faz uma certa confusão é perceber que os jurados estão, não só "cegos", como "surdos" para alguns dos concorrentes.

Só isso explica o facto de uma concorrente como a Bárbara não ter virado uma única cadeira. De a Jaíssa só ter virado duas cadeiras. E de a Joana só não se ter afundado graças a uma única cadeira virada.

 

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

Ouvi a Bárbara na sua prova cega, e soube mesmo bem ouvir esta voz e timbre diferente do habitual. Noutro país qualquer, ela poderia fazer sucesso.

Quando cantou a música da sua autoria, não gostei tanto. Soou melhor em inglês do que em português. A única coisa que me pareceu é que ela, talvez por estar nervosa, quase não respirava. Espero que alguém tenha mesmo ficado com o seu contacto e aposte nela, se ser preciso passar pelo The Voice.

 

 

"Ah e tal, parece que não está a sentir as palavras...", dizia o Anselmo e a Marisa, achando que ela soava a falso. É incrível a quantidade de coisas que veem, mesmo sem olhar.

Mas a Jaíssa mostrou muito mais do que isso e, felizmente, fez virar duas cadeiras.

 

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, em palco, em pé, concerto e noite

A Joana canta numa banda de baile. Mas, de entre as centenas de vocalistas deste tipo de bandas, saem artistas que têm qualidade, e nos quais vale a pena apostar.

Quando vi o que ela ia cantar, disse ao meu marido: ou ela é muito boa, ou vai-se espalhar ao comprido. 

Felizmente, o Anselmo acreditou no seu potencial. A Joana foi das poucas pessoas que vi cantar esta música e aguentar-se até ao fim. Houve ali momentos em que estava mesmo semelhante à Celine Dion e, naqueles em que ela sabia que não a conseguia igualar, deu o seu toque pessoal e contornou as dificuldades. 

 

 

Estás tão diferente Denisa/ Di Noise

A imagem pode conter: 1 pessoa, em palco, em pé e concertoResultado de imagem para denisa operação triunfo

A Denisa, ou Di Noise, como é agora conhecida, participou em 2007 na Operação Triunfo.

Depois de vários anos na "sombra" de outros artistas, decidiu tentar a sua sorte. Escolheu a Aurea para mentora e, a mim, cheira-me que lhe vai acontecer o mesmo que, no ano passado, aconteceu a outra das suas concorrentes - Diana Lucas. Com a diferença que, para mim, a Denisa canta muito mais e melhor que a Diana.

 

 

Bem vinda de volta, Márcia!

 

A Márcia é uma grande concorrente! Já o era quando pertencia ao trio, e continua a ter um enorme power em palco, que soube utilizar numa excelente escolha musical, e que fez virar as quatro cadeiras. Espero que chegue longe nesta competição.

 

Dica para futuras edições: Renovem os mentores. Retirem as "cunhas", as histórias de vida cada vez mais rebuscadas (até raptos e resgate envolvem) e reuniões de família surpresa, e concentrem-se no percurso musical, e no talento. 

Pois...se calhar tinham que cancelar o programa...

 

 

Imagens: The Voice Portugal

 

 

 

 

Sierra Burgess is a Loser

Resultado de imagem para sierra burgess

 

O que retiro deste filme:

 

Por vezes, criticamos as pessoas por agirem de uma determinada forma, ou terem atitudes incorrectas. Mas temos que ter cuidado porque, sem nos apercebermos, podemo-nos vir a tornar iguais, ou ainda piores, que essas pessoas que criticámos.

 

Não existem vidas perfeitas, nem pessoas perfeitas. E é quando nos apercebemos de que, aquilo que imaginávmos sobre outra pessoa, está muito longe da realidade, que entendemos que, apesar de tudo, temos aquilo que precisamos.

 

É fácil incentivar os outros com mantras e pensamentos sobre como vencer a baixa autoestima e lidar com a rejeição e o bullying, quando nunca tivemos que passar por isso e sempre fomos aceites pelos padrões da sociedade. Quando já estivemos nessa situação, sabemos que, na prática, nem sempre é suficiente e resulta.

 

A aparência sempre foi, e ainda é, um factor importante no que toca a relações amorosas. A ideia é encontrar sempre as rosas mais bonitas. Mas existem muitas mais flores no mundo, e cada uma é bela à sua maneira. O que é preferível: uma rosa que apenas prima pela sua beleza, igual a tantas outras, e muitos espinhos prontos a serem cravados a qualquer instante, ou um girassol, com muito mais características que podem cativar?

 

Nem sempre as pessoas fúteis, são burras, e vice-versa. Por vezes, por baixo da futilidade, da malvadez, há alguém que só precisa de um verdadeiro amigo, de ajuda, de ver a vida de uma outra perspectiva.

 

 

Valeu a pena vê-lo!

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP

  • Pág. 7/7