Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Evan Hassow, de Dinnit Divo

70094101_2435508249818196_8935166524268740608_n.jp

 

 

Aquilo que cada um de nós mais deseja na vida é ser feliz.

E ser feliz implica aceitarmo-nos como somos e pelo que somos.

Ter uma família que nos ame e apoie incondicionalmente, e nos aceite da mesma forma que nós próprios o fazemos.

Realizarmo-nos pessoal e profissionalmente.

 

 

Ser livres… de preconceitos, de rótulos…

Livres para vivermos a nossa vida como queremos, com quem queremos, sem receios, sem exclusão, sem violência, sem passarmos a vida toda a escondermo-nos dos outros, para não ferir susceptibilidades, desiludir os que nos são próximos…

Sem nos vermos privados de direitos fundamentais, exilados…

Sem sermos tratados como meros objectos, mercadoria, escravos que, a qualquer momento, podem ser descartados quando já não servem o propósito daqueles que os prendem...

 

 

Evan era um jovem como outro qualquer, com os seus sonhos, com os seus projectos, com os seus desejos, de ser feliz, de amar e ser amado.

Um dia, na universidade, conheceu Mark, um novo aluno que iria fazer parte da turma.

Com o tempo, tornaram-se grandes amigos, mas Evan começou a perceber que, talvez, aquilo que sentia por Mark, fosse mais do que uma amizade.

Não escolheu, certamente, a melhor forma de pôr à prova os seus sentimentos, nem os de Mark, mas a verdade é que ambos chegaram à mesma conclusão: estavam apaixonados um pelo outro!

 

 

Só que, em Lincoln, esse era um amor que, socialmente, não seria bem visto, nem aceite. Tão pouco pela família de Evan.

E foi por isso que, em conjunto, decidiram fugir para Dorset, para viver livremente o seu amor.

Mal sabiam eles que, para escapar a uma "prisão", acabariam por se meter noutra ainda pior.

 

 

Porque, quando nos vemos num sítio que não conhecemos, e onde não conhecemos ninguém, sem dinheiro e sem tecto, e igualmente vítimas da homofobia da qual queriam fugir, agarramo-nos à primeira oportunidade que nos surge à frente, sem pensar duas vezes, sem questionar, sem duvidar.

Afinal, pensamos, se não temos nada, qualquer coisa é bem vinda.

Mas... será mesmo assim? Será que Evan e Mark não tinham mesmo mais nada a perder?

O que os esperará por detrás daquela misteriosa oferta de emprego?  

 

 

Evan Hassow é mais do que um livro.

É um diário sobre a vida de um jovem, um amor "proibido", um escape e um inferno. Sobre sobrevivência, e morte.

Sobre aquilo que acontece a tantas pessoas por esse mundo fora, e pelo qual ninguém deveria passar.

É um testemunho, na primeira pessoa, de como uma história que tinha tudo para ter um final feliz, terminou da pior forma.

De como a vida humana é tão valiosa e, ao mesmo tempo, tão insignificante...

De como tudo é efémero neste mundo de loucos...

 

 

 

Sinopse

"Os anos 90 foram revolucionários, porém, socialmente, algumas escolhas nem sempre foram bem aceites, nomeadamente a homossexualidade.

Esta é a história de Evan Hassow e Mark Saints:

Dois jovens norte-americanos que se apaixonam e vivem uma história de amor intensa, numa altura em que a homossexualidade era vista como um pecado e algo anormal.

Obrigados a mudar de país por não suportarem a ideia de revelar o seu maior segredo às suas famílias e amigos, serão diariamente confrontados com desafios que irão transformar esta história de amor num verdadeiro pesadelo.

Sem dinheiro e sem abrigo, decidem aceitar uma proposta de trabalho duvidosa que poderá mudar os seus destinos para sempre.

Evan Hassow é uma história comovente, intensa e apaixonante que chega até nós através de um diário. Terá o amor força suficiente para vencer?"

 

 

 Autor: Dinnit Divo

Data de publicação: Setembro de 2019

Número de páginas: 158

ISBN: 978-989-52-5872-7

Colecção: Viagens na Ficção

Género: Romance

Idioma: PT

 

 

Resultado de imagem para chiado books

 

 

 

 

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP