Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

As "sobrinhas" emprestadas que a minha filha me arranja!

81509af3a37e331f037afdfb6c61b51a.jpg

 

Há uns anos, uma amiga da minha filha perguntou-me se me podia tratar por tia.

Disse-lhe que, por mim, não havia problema, se ela se sentia à vontade assim.

 

Ontem, a minha filha perguntou-me se uma outra amiga poderia ir lá a casa almoçar com ela. Esta é recente, e ainda não a conheço pessoalmente mas, em conversa ao telemóvel com a minha filha, mandou-me uma mensagem "Olá tia Marta!".

E eu, depois, perguntei à minha filha "porquê tia?".

Responde-me ela: "Então não sabes que nós tratamos as mães das nossas amigas por tias?"

Eu: "Ai sim?"

Ela: "Sim! Por isso, és tia de todas as minhas amigas!"

Eu, ao fim de um momento: "Xii... Tenho tantas sobrinhas!" 

Emily in Paris, na Netflix

Emily in Paris - Just Breathe.

 

A nova série da Netflix, "Emily in Paris", traz-nos uma história leve, descontraída, por vezes cómica e surreal.

Não tem grandes mistérios, nem muito "sumo", mas o que é certo é que, por vezes, também precisamos dessa leveza na vida. Nem tudo tem que ser pesado, dramático, intenso.

 

Quando ouvi falar da série fiquei com algum receio porque, por exemplo, Betty Feia em Nova Iorque, além de demasiado longa, não me prendeu muito. Tornou-se cansativa, e perdeu o interesse. Então, pensei que talvez esta série, apesar de mais curta, fosse no mesmo sentido. Mas não.

 

Vê-se num ápice, com episódios curtos, e já devorava uma segunda temporada!

Ver "Emily em Paris" é como querer, por vezes, também nós, ter uma mudança na nossa vida, e vivê-la através das aventuras da protagonista embora saibamos, de antemão, que não seria assim tão cor de rosa!

É uma série que nos leva a sonhar, e a viajar, num momento em que é o que menos podemos fazer, e com a liberdade que gostaríamos.