Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

A primeira ida a um restaurante/ snack bar em tempo de covid

desenho-restaurante-bela_23-2147567264.jpg

 

Não foi programada.

Desde que começou a pandemia, tenho optado sempre por trazer para comer em casa, ou encomendar.

Tenho evitado ir a cafés, esplanadas, restaurantes e afins, porque não é algo que me faça falta, e que esteja habituada a frequentar.

E mais vale prevenir, que remediar.

 

No entanto, naquele dia, não havia outra alternativa.

Estava fora de casa, e iria continuar por longas horas. 

Precisava de comer.

E a cafetaria era o mais próximo que ali havia, com comida relativamente decente.

 

A parte da esplanada estava cheia mas, lá dentro, havia várias mesas livres.

Pedimos uma sopa e uma tosta mista, para cada um. 

Sentámo-nos com a sopa já no tabuleiro.

Mal acabei de comer, coloquei a máscara, enquanto esperava pela tosta.

Depois, veio a tosta.

E voltei a repetir o processo, quando terminei, e enquanto aguardava que o meu marido acabasse.

 

Portanto, tudo correu bem. 

Não quer dizer que, após esta primeira ida a um restaurante/ snack bar em tempo de covid, comece a ir mais vezes.

Continuo a achar que, se puder, devo evitar.

Mas se tiver que ser, também não me vou armar em esquisita, e deixar de comer!