Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

"A Banca dos Beijos 3", na Netflix

(O fim de uma era. O começo de uma nova vida)

A Banca dos Beijos | Site Oficial da Netflix

 

Assim de repente, vêm-me à mente estas três verdades presentes neste último filme:

 

"Nem sempre amar é suficiente..."

"Por vezes, as pessoas não precisam tanto de quem as proteja, mas mais de quem as ame..."

"Por vezes, tentamos tanto agradar a uns e a outros, e preocupamo-nos tanto em não magoar os outros, que acabamos por nos esquecer de nós mesmos, e magoarmo-nos."

 

Sim, é mais um filme para adolescentes.

Mas que mostra que, seja qual for a idade, devemos fazer aquilo que gostamos, e não aquilo que os outros gostam ou esperam de nós.

Que não podemos dividir-nos por todos, porque senão ficamos em cacos. Não podemos assumir tudo, nem estar em todo o lado, ao mesmo tempo.

Que, por vezes, temos que fazer escolhas, sem receios de magoar quem nos rodeia, e quem amamos, porque se assim é, irão entender e apoiar.

Que amizade e amor podem coexistir, sem que se anulem porque, se assim for, algo, ou alguém, não está bem.

Que não devemos apenas querer ser felizes, mas querer também que os outros sejam felizes.

Ninguém substitui ninguém, mas pode representar uma nova vida, um novo recomeço, uma novo oportunidade para viver e ser feliz.

 

"A Banca dos Beijos" é, sem dúvida, das melhores trilogias para adolescentes, que também os adultos podem e devem ver!