Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Segunda-feira

donna-in-un-campo-di-grano-soleggiato.jpg

 

É segunda-feira.

Levanto-me.

Espreito pela janela. Está nublado. E frio.

Aqueço-me com uma chávena de chá quente, enquanto passo os olhos pelas novidades do dia.

 

Como todas as segundas, é sinónimo de regresso ao trabalho, e à rotina.

De mais uma semana pela frente. E de poucas horas de sono.

Mas, por incrível que pareça, não tenho muito sono. E não me dói a cabeça!

 

Segunda-feira é aquele dia que poucos gostam, a não ser que estejam de férias, de folga, ou seja feriado. 

No entanto, hoje até nem sinto aquela aversão habitual.

 

Depois de tudo feito, saio para a rua.

O sol já espreita numa parte de céu azul, que afastou as nuvens e o nevoeiro, mantendo-os à sua volta.

E, apesar de se sentir o ar gelado da manhã, ao sol, sabe bem estar. 

Pelo caminho, o cheiro a relva.

E os montes de folhas amarelas caídas no chão.

 

É segunda-feira.

No entanto, não parece segunda-feira.

O que é bom!

Mas...

Trará esta segunda-feira atípica e, aparentemente, tão positiva, como se costuma dizer, "água no bico"?

 

Uma gulosa matando o desejo!

87 ideias de Gulosos em 2021 | frases sobre cozinha, dieta engraçado, humor  para treinamento

Um dia por semana, para matar o desejo que me der na gana!

 

Considero-me uma pessoa gulosa. Mas, muito raramente, faço jus a essa gulodice.

De há umas semanas para cá, tenho-a posto mais em prática.

Uma vez, fui ao Intermarché, e tinham à venda, nas sobremesas, Delícia de Ananás. Embora prefira mousse, não hesitei em comprar uma caixinha. Penso que há mais de 10 anos que não comia. E soube tão bem! Pelo menos, as primeiras colheradas porque, mais para o fim, já estava a ficar enjoativo. Mas valeu a pena!

 

Num outro fim de semana, estava-me a apetecer bolo de chocolate.

Comprei um pequeno, que deu para 4 pessoas, e o resto deixei no meu pai. Estava mesmo bom, e lá terei que repetir um dia destes!

 

E, depois, como resistir às Queijadas de Sintra?

Não é fácil.

Tenho uma vizinha, que mora mesmo em frente a mim, que as faz, embora nunca tenha oferecido nenhuma.

Então, frequentemente, sempre que estou a chegar a casa, ou a sair, está ali na rua o cheirinho a queijadas acabadas de fazer.

Comprei uma embalagem de 6 (não a ela), que também distribui. São pequenas. Mas deu para matar o desejo!

 

E é isto.

Não ando aí a comer bolos e doces à parva, mas uma pessoa também tem, com moderação, que aproveitar as coisas boas da vida, enquanto cá está!