Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Ainda não terminou

 

Hoje é dia de nova consulta médica.

O regresso à escola não foi bem-sucedido - em dia e meio que foi, na semana passada, as inflamações dos vasos sanguíneos agravaram-se e as dores nas pernas voltaram. Felizmente, o fim-de-semana ajudou a melhorar o quadro, mas segunda e ontem voltou à escola, pela ficha de avaliação, e para ver como evoluia a doença.

O que é certo é que 6 semanas já passaram, mas pesquisando um pouco mais sobre esta púrpura, existem quadros mais prolongados, que variam entre 3 a 12 semanas, podendo mesmo chegar aos 4 meses. As manchas acastanhadas, podem permanecer durante meses, até um ano.

Uma criança com púrpura, deverá fazer análises de 6 em 6 meses, e ser vigiada entre 5 a 10 anos após a doença, para controlo da parte renal.

Há recorrências em cerca de 20% dos casos de crianças com púrpura.

Neste tipo de doença, e respondendo à pergunta comum que todos fazem "se é uma inflamação, porque não lhe receitam um anti-inflamatório?", não o receitam porque, nestes casos, os anti-inflamatórios simplesmente não funcionam. Tal como não funcionaram os corticosteroides que ela ainda tomou durante 5 dias.

Mas, afinal, o que é que se pode fazer?

Nada?

Esperar?

Até quando vamos andar nisto?

Até quando vai ter que andar limitada?

Tantas perguntas para as quais a médica provavelmente não terá resposta...

E é uma sensação de impotência para quem nada pode fazer...

 

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP

  • 3 comentários

  • Imagem de perfil

    marta-omeucanto 04.06.2012 10:14

    Olá Simone!
    Obrigada pelo teu comentário.
    Parece que esta Púrpura é muito comum nas crianças em idade escolar, e segundo me informou a médica, passa mais depressa nos rapazes do que nas raparigas. Depois desta última consulta, a minha filha continuou a ir à escola. A médica aconselhou-nos a dar Brufen 3 vezes por dia, nos dias de escola. Embora não haja tratamento específico para a questão da pele, segui o conselho do meu pai de lavar-lhe os pés e as pernas com água de malvas e alfavaca de cobra - duas plantas que pus a ferver em água. Depois, quando estava morna, quase fria, lavei-a com essa água. Pode não fazer bem, mas mal também não faz.
    Estamos na 8ª semana e, apesar de ainda ontem lhe terem aparecido novas pintas, são em menor quantidade, e mais dispersas, o que me parece uma melhoria.
    Espero que o teu filhote melhore depressa e que, além da questão das pintas, não tenha quaisquer outras complicações, essas sim, mais graves e preocupantes.
    Beijinho!
  • Sem imagem de perfil

    Simone 04.06.2012 13:05

    Marta, obrigada. É bom ter com quem trocar experiências. Que bom que a sua filha está indo na escola e realmente tudo indica que está chegando ao final, isso é muito bom! Pelo o que percebi desta doença, temos é que ter paciência e aguardar. Haja coração de mãe! :-) Beijos
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.