Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Visita inesperada

 

Ontem recebemos uma visita inesperada ao final da tarde!

Tínhamos a porta da rua aberta e, quando ia fechá-la, reparei que esta gatinha que a minha filha e o meu marido tanto gostam e queriam há muito apanhar, estava dentro de casa.

Fechei a porta, antes que ela saísse. Como é óbvio, ficou assustada por se ver presa, escondia-se e miava com vontade de ir para a rua. Consegui pegar nela, e aos poucos lá foi acalmando. Percebeu que não lhe queríamos fazer mal.

A minha filha queria tanto ficar com a Tica (nome com que a batizámos, depois de percebermos que era uma gata) que fartou-se de chorar quando lhe disse que íamos ter que lhe abrir a porta, porque a gatinha estava triste.

Ainda assim, lá nos convenceu a ficar lá durante a noite. O meu marido foi comprar comida, areia e um caixote, e ela dormiu no sofá que tenho à entrada.

Hoje de manhã, já mais conformada, a minha filhota percebeu que tínhamos mesmo que a deixar ir, e abriu ela mesma a porta. Ficou triste, porque queria mesmo um gato lá em casa, mas foi o melhor a fazer!

Quem sabe um dia destes não nos faz uma nova visita...

2 comentários

  • Imagem de perfil

    marta-omeucanto 18.09.2012 09:58

    Aqui ao pé de nós há vários. Tanto nós como os meus pais e alguns vizinhos costumamos dar-lhes comida. Ficar com ela era complicado porque já tem alguns meses, está habituada à rua, a brincar com os outros gatos da rua, e não se iria sentir bem presa em casa (que seria o seu destino depois de um valente banho e desparisitação).
    Mas praticamente todos os dias vai lá ter ao quintal à procura de comida,e já dormiu mais uma noite em nossa casa. Para ela,é como um hotel. Vai lá quando lhe apetece e convém, mas depois desaparece.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.