Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Sobre o bullying...

"É frequentemente sugerido que os comportamentos agressivos têm sua origem na infância: "Se o comportamento agressivo não é desafiado na infância, há o risco de que ele se torne habitual. Realmente, há evidência documental que indica que a prática do bullying durante a infância põe a criança em risco de comportamento criminoso e violência doméstica na idade adulta."




Uma criança ou jovem, no seu processo de desenvolvimento, pode começar a revelar, quer por factores individuais, quer por condições familiares adversas, comportamentos agressivos.

Esses comportamentos agressivos traduzem-se, muitas vezes, em práticas de bullying. Os agressores sentem-se superiores, fortes e invencíveis, consideram o seu comportamento absolutamente normal e arrastam com a sua conduta, outros jovens que se aliam por se sentirem protegidos ou por prazer em fazer parte de um grupo dominante.

É importante que esse tipo de práticas e comportamentos seja travado na sua fase inicial, que os agressores compreendam que a sua conduta não é aceitável e que a resolução dos seus problemas não passa descarregando as suas frustrações em quem não se sabe ou consegue defender, e que nada tem a ver com a sua situação.

Conheço “bullies” que, após a fase escolar, passaram a ter na idade adulta, comportamentos adequados. Mas muitos haverá que, se não forem travados, podem transportar esse comportamento agressivo para a idade adulta, sob a forma de violência doméstica ou actos criminosos. 

  • Blogs Portugal

  • BP