Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Let's Dance - terceira gala

Sem Título.jpg

A terceira gala do Let's Dance foi no último sábado.

 

 

Sem Título2.jpg

Em risco de sair estavam a Bruna e a Inês. A Bruna foi sempre mais votada que a colega. No entanto, nesta gala, a Inês mostrou aquilo que já devia ter mostrado antes, e deu tudo para tentar convencer os portugueses a votar nela. Mesmo assim, não foi suficiente. E ela acabou mesmo por sair.

 

 

Resultado de imagem para ivanoel let's dance

O Ivanoel e a Kateryna foram considerados os melhores bailarinos da gala, mas como o prémio só podia ser entregue a um deles, calhou à Kateryna, que assim recebeu imunidade para a próxima gala. Penso que foi justo. Ela tem mostrado que é das melhores bailarinas que ali está, e versátil.

 

 

Sem Título1.jpg

Entre uma Kateryna que nunca dançou um paso doble, e a Daniela que dançou tango, totalmente dentro do seu estilo, preferi muito mais a Kateryna.

 

 

Sem Título3.jpg

Sem Título4.jpg

Relativamente aos convidados, gostei muito de ver a Mónica Jardim e o João Montez a dançar o tango, e adorei a actuação dos Átoa que, ao contrário do C4 Pedro na semana anterior, deixaram os bailarinos brilhar.

 

 

 

Por explicar, a não ser por um comentário final da Rita Pereira, ficou o facto de terem deixado de exibir os directos no canal 12, substituindo-os pelo Love on Top, e o facto de os bailarinos terem sido "obrigados" a sair da academia que foi criada propositadamente para eles, e para este programa.

As baixas audiências justificam tudo.

Mas o que é certo é que polémicas não faltam neste programa, desde a escolha dos concorrentes, a clara preferência e apoio do Cifrão a alguns deles, o favorecimento de alguns concorrentes que dançam os seus estilos, o satisfazer de alguns pedidos (diz-se que foi a Daniela que pediu para trabalhar com o coreógrafo Pedro Borralho), enfim...

 

No meio disto tudo, fiquei com uma dúvida: tendo saído apenas a Inês, como é que se vão agora formar as duplas?

 

 

Imagens Lets Dance TVI

 

 

 

Por que não um Secret Story diferente?

transferir.jpg

Em que é que consiste a Casa dos Segredos?

Em pessoas escolhidas a dedo, com segredos polémicos ou nem tanto assim e, quando não os tenham, fabricados, que ficarão fechados numa casa a tentar descobrir os segredos uns dos outros, com o objectivo permanecer o máximo de tempo possível, evitar ser nomeado, cair nas boas graças do público e arrecadar o prémio final.

Enquanto isso, vão ocupando o tempo com as missões sem sentido da "voz" que, a bem do programa e das audiências, está lá para pôr lenha na fogueira quando a chama começa a fraquejar, ou para aumentar ainda mais o fogo já de si grande! Nos tempos livres, comem, dormem, e praticam a má língua!

Comecei a ver este desafio final 3, e a única coisa que vejo é a "novela" Diogo-Sofia-Thierry, com Carlos à mistura. Ora são amigos, oram andam aos beijos. Ora gosta de um, ora chora por outro. Vejo um Wilson que é pior que as comadres: ora dá dicas a uma, ora dá a outra. Ora joga pela Sofia, ora joga pela Vânia. E anda a contar um suposto segredo que não é para dizer, mas que daqui a pouco toda a casa sabe!

Vejo uma Vânia que, a jogar ou não, está empenhada a não se dar com ninguém e semear inimizades a troco de nada, em guerra constante com a Érica e com todos, e uma Liliana que não está lá a fazer nada, tal como a Cristiana. Para alguns momentos divertidos, já nos basta a Cátia e a Joana.

De uma forma geral, temos reunido naquela casa, como em quase todas, muito músculo, muita tatuagem, muitos corpos jeitosos, pouca cultura e pouco cérebro. 

O que eu gostava mesmo de ver era uma Casa dos Segredos diferente. No mesmo contexto, mas diferente. 

Por que não levam para a casa alguém com o segredo "já fui passei fome, mas à custa de muita força de vontade e trabalho (honesto, claro) consegui ter uma vida estável", ou "salvei uma vida", ou "faço doações há vários anos para uma instituição" ou "como não podia ter filhos adoptei uma criança que amo como se fosse do meu sangue", ou ainda "dou aulas a crianças desfavorecidas porque gosto de ensinar e ajudar"?Ou algum outro segredo deste género?

Por que não atribuem missões aos residentes que se possam tornar úteis, como campanhas de sensibilização e angariação de verbas para quem necessite, realização de refeições para os sem abrigo, construção de brinquedos para crianças hospitalizadas?

Por que não põem os residentes a debater temas com algum interesse? E porque não atribuir o dinheiro ganho durante a participação, e o prémio final (ou pelo menos uma parte) a quem mais precisa. Ou então receberem como prémio algo que contribuisse para a sua formação, alargamento de horizontes, crescimento como pessoas?

Por que não um Secret Story diferente?

Porque a grande maioria dos portugueses iria achar um programa sem interesse! Porque o que se quer é audiências, e não seria dessa forma que as iriam conseguir. Porque programas como esse que gostaria de ver, são uma espécie de utopia nos dias de hoje!

 

 

 

 

 

Quanto valem as audiências?

 

Habituado, na sua profissão, a lidar constantemente com o perigo foi, no entanto, num concurso de dança que José Luís Gonçalves encontrou a sua maior luta - a luta pela sua vida.

A tragédia aconteceu durante os ensaios, no domingo à tarde, dia de estreia do programa que, apesar do sucedido, foi para o ar à hora marcada, tendo a apresentadora dado uma explicação relativamente aos acontecimentos de há algumas horas atrás.

Durante a semana, foram surgindo rumores de que estaria em cima da mesa a decisão de cancelar o programa, mas tal não veio a acontecer.

Mais uma vez, domingo à noite, lá estava a apresentadora, os concorrentes, o júri, os convidados especiais e a promessa de um serão fantástico, com muita dança, energia e alegria.

Por trás desta decisão de manter o programa está, supostamente, o pedido da família do toureiro para que nada mudasse pelo simples facto de José Luís Gonçalves se encontrar em coma induzido, com diagnóstico reservado, vítima de traumatismo craneoencefálico grave.

E a estação agradece este pedido! Afinal, se o programa fosse cancelado, não teria nenhum outro à mão para fazer concorrência aos seus adversários.

Como se costuma dizer "tristezas não pagam dívidas".

Eu atrevo-me a dizer que "tristeza, solidariedade ou respeito não fazem subir audiências"! 

Sobre José Castelo Branco...

...como a televisão insiste em alimentar as suas excentricidades...

...e como nós, portugueses, as consumimos!

 

 

O que têm, em comum, os concursos Quinta das Celebridades, Circo das Celebridades, Primeira Companhia, Perdidos na Tribo e Splash! Celebridades? José Castelo Branco participou em todos estes programas. E em todos eles foi, por certo, motivo suficiente para aumentar as audiências!

Afinal, os portugueses querem ver como ele se vai sair, que figura vai fazer, qual será a sua próxima excentricidade. Assim, que mais pode a televisão portuguesa fazer, a não ser dar aos seus espectadores aquilo que eles querem ver? Aquilo que os diverte? Aquilo que os faz rir? Ou mesmo aquilo que os faz criticar? Todas essas emoções são sinal de que, gostando ou não, todos vêem (ou quase todos), embora por diferentes motivos.

Eu própria vejo o Splash. Não necessariamente pelo José Castelo Branco. E é por ver o programa que me apercebo de como a SIC insiste em dar mais tempo de antena a esta "personagem". Apercebo-me que, se por um lado, o José Castelo Branco parece vibrar com o protagonismo que lhe é concedido, a SIC parece fazer dele o "bobo da corte" de serviço.

O papel dele deveria ser o de concorrente. Foi para isso que lá foi, tal como todos os outros. Entre esses outros temos, por exemplo, João Ricardo, que muito nos fez rir no Vale Tudo. Temos a Cristina Areia, que é actriz. Temos a Sónia Brazão que, além de actriz, também canta. Temos manequins, atletas, pugilistas, personal trainers, etc. Foi dado, a algum deles, um destaque especial? Não!

Mas José Castelo Branco é José Castelo Branco!

Não concordo, de todo, com o protagonismo e crédito que é dado a esta figura, seja em que programa for. Mas o que é certo é que ele está disponível, o povo português "consome" e a televisão retira os seus lucros. Será assim enquanto nós contribuirmos para tal. 

E quem melhor que ele para participar numa apresentação de natação sincronizada?! Quem melhor que ele para cantar os Óculos de Sol  d'As Doce?! Quem melhor que ele para fazer birra depois de ser eliminado, e voltar na semana seguinte, para desfilar de noiva?!

Quem melhor que ele para nos brindar, a cada momento, com os seus fatos de banho exclusivos, plumas e saltos altos?!

Quem melhor que ele para se superar, e nos surpreender com as suas performances, quando pensávamos que isso já não era possível?!

Só mesmo aquela "andorinha"!

Posto isto, pergunto:

Poderia o Splash ser o mesmo sem as excentricidades de José Castelo Branco?

Poder até podia... Mas não era a mesma coisa!