Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

À Conversa com WAZE

 

O convidado de hoje da rubrica "À Conversa com..." é o WAZE, que lançou em novembro o seu primeiro EP "Ilusão". Deixo-vos aqui a entrevista:

 

 

 

 

 

Quem é o WAZE?

O WAZE antes de tudo é o Bernardo Magno Rodrigues, um jovem de 17 anos que tal como todos os outros teve até á data muitas desilusões e muitas felicidades que fazem dele a pessoa que é hoje, e a sua personalidade transparece nas suas músicas visto que estas não são mais que um reflexo da sua pessoa.

 

Como é que a música surgiu na tua vida?

A música surgiu na minha vida numa fase em que eu sentia que precisava de desabafar o que estava dentro de mim e o que sentia, fui-me refugiando na música ouvindo outros artistas até que chegou o momento que achei que estava na hora de eu passar a minha mensagem.

 

Quem são as tuas maiores inspirações a nível musical?

Neste momento a minha maior inspiração a nível musical são os artistas G-son e Zara-G membros pertencentes ao grupo WET BED GANG, visto que eles conseguem fazer com que eu sinta as músicas em vez de apenas ouvi-las, o que a meu ver é fundamental.

 

 

 

 

“Ilusão” é o teu primeiro EP, lançado a 18 de novembro. Que expectativas tens relativamente a este trabalho?

Sinceramente não gosto de depositar muitas expectativas nos meus projetos, prefiro ser surpreendido como tem vindo a acontecer até à data, mas estou bastante satisfeito com o resultado deste projeto até agora.

 

“Crazy”, o single de apresentação, e “Abstrato” são alguns dos novos temas que se juntam aos já conhecidos temas “Cuida de Mim”, “Ninguém como Tu” e “Primeiro Dia”, todos eles em português. Cantar em português foi sempre um dos teus objetivos?

Sim, porque eu acho que se não cantasse em Português nunca iria conseguir passar a minha mensagem da mesma forma, acho que no meu caso, a essência da minha música incide principalmente nas letras e na fácil compreensão das mesmas, por isso não acho que fizesse sentido cantar em outra língua que não a minha.

 

Os temas deste EP falam de amor e de relações. As letras são da tua autoria?

Sim. Todas as minhas letras são escritas por mim e todas elas relatam experiências que vivi, o que permite que as minhas músicas, como já referi, sejam um reflexo da minha pessoa.

 

Quais são aqueles que consideras os teus pontos mais fortes a nível musical?

Penso que os meus pontos mais fortes são a capacidade de escrever letras simples, em que os jovens se identificam, e também a capacidade de fundir o Rap com o RNB de uma forma bastante natural.

 

No tema “Primeiro Dia” tiveste a colaboração do Pedro Gonçalves. Como foi essa experiência?

Foi uma experiência incrível, porque eu sempre apreciei a carga emocional que ele transmitia ao cantar, e já o acompanhava desde o programa “The Voice”, portanto acho que ambos aprendemos muito um com o outro na realização deste tema.

 

O teu EP foi lançado há relativamente pouco tempo. Ainda assim, que feedback tens tido por parte do público?

O feedback tem sido incrível porque as pessoas têm-se identificado bastante com os temas, e encontram nas músicas um abrigo do resto dos problemas, um momento onde podem esquecer tudo e “viajar”. Provocar tais sensações sempre foi um dos meus objetivos enquanto artista.

 

A música a algo a que te pretendes dedicar a tempo inteiro?

Sim, tenho o objetivo de fazer da música a minha vida, e acho que com o tempo e muito trabalho, mais tarde ou mais cedo isso acabará por acontecer.

 

Que objetivos gostarias de ver concretizados num futuro próximo?

Gostaria de alcançar a marca dos 2 milhões de views totais nos vídeos do EP, visto que já estamos perto dessa marca e é uma das metas que pessoalmente me daria prazer alcançar.

 

Onde é que o público poderá ouvir-te nos próximos meses?

Neste momento estamos a tratar da promoção e divulgação deste EP, mas seguindo-me nas redes socias ficam a par de todas as minhas datas futuras.

 

Muito obrigada, Waze! Votos de muito sucesso!

 

 

 

 

Nota: Esta conversa teve o apoio da editora Farol Música, a qual cedeu também as imagens.

RX - Ricardo de Sá

Resultado de imagem para ricardo de sá epifania

 

Depois do álbum “Histórias”, Ricardo de Sá apresenta agora um novo trabalho musical - o EP “EPIFANIA”, onde o público poderá encontrar cinco temas, caracterizados por uma nova atitude e irreverência, entre os quais, “Pessoa Errada”, “Não Te Quero Mais” ou “Histórias”.

Os videoclips das músicas foram igualmente lançados, em simultâneo com o EP, no passado dia 25 de Novembro.

Nestes temas, as palavras e os sons ganham mais força e permitem ter uma experiência próxima de um concerto. É a forma de encerrar esta história e começar a contar uma nova.

Para nos falar um pouco mais sobre este EP e da sua carreira musical, aqui fica o RX a Ricardo de Sá!

 

 

 
Resultado de imagem para rx
 
 
 
Epifania – Uma ideia luminosa!
 
 
Música – Todas as artes vão dar à música.
 
 
Experiência – Torna-se uma ferramenta de trabalho. 
 
 
Fantasia – Uma bela música!
 
 
Ao vivo – Ao vivo e a cores!
 
 
Atitude – Uma boa atitude faz toda a diferença.
 
 
Irreverência – Com a dose certa marca a diferença. 
 
 
Começo – Todas as ideias têm um começo.
 
 
És Tu – Sou eu!
 
 
Videoclips – Onde o áudio e o vídeo são um só! 
 
 
 
Muito obrigada, Ricardo!
 
 
 

 

 

Nota: Este RX teve o apoio da editora Farol Música, a qual cedeu também as imagens e vídeos.

RX - Belarmino

Belarmino_Foto2.jpg
 
Já aqui esteve como convidado, na rubrica À Conversa Com, por ocasião do lançamento do seu single Diva.
 
 

Guetto Zouk EP_Album Artwork1500x1500.jpg

 

Agora, depois do lançamento do seu EP Guetto Zouk nas plataformas digitais, na passada sexta-feira, Belarmino regressa novamente a este cantinho, para se submeter a si, e ao seu EP, ao já vosso conhecido RX!
Louco Maluco é um dos singles deste álbum, com colaboração de LG Afro. Para saberem mais, confiram tudo aqui:

 

 

 

 

Guetto Zouk -  Trata-se de uma um estilo que aos poucos vai se autonomizando mas na sua base está a fusão entre o kizomba angolano, o zouk cabo verdiano e fragmentos do R&B e Hip-Hop. Emergiu nos anos 2000 com o grupo cabo-verdiano Os Quatro.

 

LG Afro - Leonel Grinaldo, meu puto, meu tropa, alguém que aceitou o meu convite de partir para uma aventura em estilos musicais que ele sempre achou não ser capaz de fazer. Um louco maluco que promove a pura drena, uma pessoa a quem desejo tudo de bom nesta caminhada que não é fácil mas que, com persistência e trabalho rompem-se barreiras.

 

Singles - Um, editado pela Farol, e outros que não chegaram a ser editados mas que ajudaram-me a dar alguns passos, através dos quais conheci uma pessoa especial que tem impulsionado a criação de uma estrutura na minha vida artística.

 

Influências - Tenho influências familiares muito fortes, mãe, pai e irmã. Mas estilo Hip-Hop acabou por ser a maior influência, isto porque vivi não só o estilo mas a cultura em si e foram alguns dos grandes nomes do Hip-Hop e do Rap que me serviram também de influência.

 

Escrita - Uma paixão! adoro a liberdade de escrever, sinto-me bastaste feliz só por ter a liberdade de poder fazê-lo sem entraves.

  

Ritmo - Até a nossa vida é comandada por ritmos, o próprio batimento do nosso coração é um ritmo, sendo um elemento essencial da música e a música faz parte da vida de qualquer ser humano, independentemente do estado em que nos encontramos e das circunstancias, o ritmo é vida.

  

Versatilidade - Venho de um país onde as pessoas ouvem e dançam tudo, desde que mereça créditos pra tal. Manterei uma base e respeitando sempre as minhas limitações, porém, tenho também de valorizar tudo o que fez e faz parte de mim em termos de vivênciaS, daí a versatilidade. Hoje em dia, entendo eu, existem mais razões para se ser versátil afinal de contas estamos num mundo onde ouvimos a mesma música ao mesmo tempo, se não ouvimos porque gostamos ouvimos pela força da promoção aliada aos meios de difusão massiva.

 

Actuações - Estávamos a espera da divulgação do EP para começarmos a levar o trabalho ao público, já temos datas marcadas posso já adiantar a do dia 31 de julho, estarei no festival urbano de Viseu com os HMB.

 

Fãs - Acho ser uma palavra muito pesada, não sei se tenho mesmo fãs, os poucos que já apareceram a dizer que eram meus fãs eu agradeci mas lembrei que podiam simplesmente considerar-me um amigo e agradeço ainda pelo facto de gostarem do meu trabalho.

 

Desejo - Desejo sempre saúde e felicidade para mim, para os que acompanham as minhas cenas e para todo o ser humano!

 

Muito obrigada, Belarmino! 

 

Nota: Este RX teve o apoio da editora Farol Música, a qual cedeu também as imagens.

 

David Fonseca - Ela Gosta de Mim Assim

 

David Fonseca estreou, ontem à noite, o vídeo da sua nova canção: “Ela Gosta de Mim Assim”. Com a participação especial de Bruno Nogueira, o vídeo presta tributo à parceria de Paul Simon feita com o actor Chevy Chase no videoclip do tema “ You Can Call Me Al ”. O resultado é, no mínimo, inesperado.  

 

“Em tom claro de homenagem ao vídeo original, entrámos por 1986 adentro e deixámos a câmara a correr, tudo pode acontecer quando se dá carta branca ao Bruno em pleno ambiente anos 80. Espero que se divirtam tanto a vê-lo como nos divertimos a fazê-lo e que o espalhem pelas redes de forma a combater os gatinhos fofos e os dilemas fracturantes do dia dessa coisa chamada internet.”

 

O tema, “Ela Gosta de Mim Assim”, encabeça o EP digital com o título “Futuro Eu – Outtakes” que, tal como o título prenuncia, reúne temas compostos para “Futuro Eu”, o CD de originais editado no ano passado , e que ficaram de fora do alinhamento inicial do disco , guardados para o Verão de 2016.

A par desta viagem por territórios ritmados e veraneantes com “Ela Gosta de Mim Assim”, o EP “Outtakes” inclui ainda “Diz-lhe que não”, “Déjà Vu” e “Um dia maior” – quatro canções que fecham o ciclo de composições a que David Fonseca se dedicou nos últimos tempos.

 

  • Blogs Portugal

  • BP