Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

A minha experiência com a Uber

Imagem relacionada

 

Não vou falar da facilidade com que se utiliza a aplicação, da rapidez com que os motoristas chegaram até nós, nem da condução segura e calma que fizeram nos respectivos trajectos.

Costumo andar de táxi, normalmente quando o meu marido está a trabalhar e preciso de levar as compras do mês para casa. Ou quando chove muito e a minha filha tem que ir para a escola. Tenho o contacto de uns taxistas - pai e filho - e quase sempre são eles que nos levam. Já nos conhecem. O caminho é curto, mas lá se enverada por conversas banais. Não tenho razão de queixa.

Esta sexta-feira, à noite, foi a primeira vez que andámos de Uber. O meu marido à frente, eu e a minha filha atrás. Em Lisboa. E soube tão bem!

O meu marido encarregou-se da conversa de ocasião. A minha filha ia entretida com o telemóvel.

E eu, aproveitei para apreciar a vista, em silêncio, que sabe tão bem, apenas com a música de fundo do rádio, bem escolhida por sinal, o que ainda contribuiu mais para aquele momento "zen"!

A música era realmente muito boa, calma, mas sem nos dar sono, apenas a transportar-nos para onde a mente se deixasse levar.

 

E há que realçar a simpatia e educação da motorista que nos levou de regresso - 5 estrelas! 

Reflexão do dia

Imagem relacionada

 

As melhores frases ou textos que escrevemos, são aqueles em que o fazemos com as emoções à flor da pele, no calor do momento!

 

Da mesma forma que o surfista tem apenas uma oportunidade para apanhar a onda perfeita, e sabe quando chega o momento, ou da mesma forma que um fotógrafo tem uma oportunidade única para captar determinadas imagens, que não se voltarão a repetir, nem esperam que ele esteja pronto para elas, também um escritor consegue as melhores frases, textos ou escritos, quando tem as emoções à flor da pele e as ideias surgem.

Se deixarem passar o momento, as palavras já não terão a mesma força, o mesmo poder, o mesmo impacto. As ideias esmorecem e, muitas vezes, chegam à conclusão que, passado o momento sem que tenham escrito o que quer que fosse, mais tarde não valerá mais a pena, porque toda a intenção se perdeu na espera, pelo caminho...

Aquele momento em que já estamos a ir para o carro...

Resultado de imagem para confusa imagens

 

...e nos lembramos que um dos recados ficou por fazer, obrigando-nos a voltar para trás, quando o que mais queríamos era sair dali!

 

Foi assim no sábado.

Depois de chegarmos em cima da hora à apresentação do livro do Clube de Gatos, e de termos estado por lá quase três horas, arrumámos tudo, saímos para o estacionamento, e lembrei-me que tinha que ir à Fnac, comprar a Power Bank para a minha filha.

Raramente vamos ao Colombo, ou outro shopping que tenha Fnac, e não podia desperdiçar o cartão de oferta. Além de que a minha filha pediu-me várias vezes para não me esquecer.

Lá fomos nós, de volta ao Colombo, enfiarmo-nos na loja, e perder mais um tempo, até finalmente ir embora definitivamente!

Sabem aquele momento...

Resultado de imagem para desenhos de menina envergonhada

 

...em que estamos no trabalho e nos apetece comer mais alguma coisa?

...em que não podemos sair e já devorámos tudo o que tínhamos à mão?

...em que vasculhamos todos os cantos à procura de algo que não tenhamos visto, e nada?

...em que nos conformamos, e esperamos ansiosamente que chegue a hora da saída para ir para casa e comer?

 

Pois foi o que me aconteceu ontem.

E quando chego a casa, numa altura em que já não é preciso, lembro-me que deixei um iogurte no trabalho, que tinha levado à tarde, e não cheguei a tocar nele!

Resultado: iogurte para o lixo, graças à minha esperteza (já é a segunda vez que acontece), quando o podia ter bebido, e resolvido o problema!

  • Blogs Portugal

  • BP