Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Ler antecipadamente o final de um livro

Imagem relacionada

 

As histórias foram criadas para ser lidas do início ao fim, sem saltos, para conseguir criar o efeito "suspense" até ao final, e que esse final tenha um maior impacto, pela surpresa.

No entanto, algumas vezes, sobretudo quando os livros são grandes, os leitores têm tendência a abreviar e saltar directamente para o final.

 

Será que ler antecipadamente o final de um livro acaba por fazer o leitor perder o interesse, no resto da história, agora que sabe como tudo vai terminar?

Ou, pelo contrário, em nada influencia a vontade de ler aquelas páginas que, entretanto, saltou com a ânsia de descobrir o final?

Saber o final torna desnecessário descobrir o que aconteceu pelo meio ou, pelo contrário, dá ainda mais vontade de perceber como tudo se desenrolou, até ali?

 

Pela minha experiência, posso dizer que, na maioria das vezes, saltar do meio do livro para o final, me deu ainda mais vontade de ler o que aconteceu para a trama chegar àquele ponto.

No entanto, ontem, ao espreitar as últimas páginas do livro que estou a ler, e perceber quem era o monstro, confesso que fiquei com menos vontade de voltar ao ponto onde tinha ficado, porque não me parece que haja muito mais para descobrir. 

 

Quem por aí costuma fazer batota, e espreitar o final de uma história antes do tempo? Como é que encararam o livro depois disso?

Just Duet - a previsão para a final

Foto de Just Duet - O Dueto Perfeito.

 

Ontem foi a semifinal do Just Duet, com algumas surpresas, decisões duvidosas e injustas, mas não podemos esquecer que os mentores estão lá para tentar ganhar, que este é um programa de televisão visto pelo público, e que é este que dá os votos, que podem levar à vitória.

 

Na equipa do Agir, a disputa era entre o Bruno e o Diogo. De uma forma geral, o Agir escolheu boas músicas para os seus concorrentes. No entanto, não gostei de ouvir o Bruno no tema desta gala. Já o Diogo, desta vez, para além do rapp, até cantou. Mereceu passar.

 

Na equipa do Héber, tínhamos a Matilde e o Ivo. A Matilde canta bem. Na primeira audição, ela cantou mesmo bem. Mas falta-lhe o resto. A Paloma, na gala anterior, tinha feito um dueto muito perto de "perfeito", e ficou pelo caminho. Esta semana, a Matilde voltou a não convencer. Passou o Ivo, que faz uma grande dupla com o mentor.

 

No que respeita ao Paulo de Carvalho, ele sempre mostrou a sua preferência pela Débora e pela Adelaide. Muitas vezes, as músicas ou, como ele diz, "cantigas" escolhidas não foram as melhores. Ainda assim, a Débora supera a Adelaide em todos os sentidos. O Paulo, com olhos postos no jogo, numa possível vitória, baseado na preferência do público, optou, a meu ver, mal, pela Adelaide.

 

Na equipa da Gisela, os seus meninos preferidos Dinis e Beatriz disputaram o seu lugar na final. A Beatriz tem uma grande voz, e deu show. A escolha da música para o Dinis não foi a melhor. Qualquer um deles poderia passar. Fiquei surpresa por o público ter votado na Beatriz. Achei que iria haver empate e, se fosse o caso, talvez a Gisela optasse pelo Dinis.

 

 

Assim, para mim, a previsão para a final é esta:

 

1º lugar - Agir e Cruz

Foto de Just Duet - O Dueto Perfeito.

 

2º lugar - Héber e Ivo

Foto de Just Duet - O Dueto Perfeito.

 

3º lugar - Gisela e Beatriz

Foto de Just Duet - O Dueto Perfeito.

 

4º lugar - Paulo e Adelaide

Foto de Just Duet - O Dueto Perfeito.

 

Vamos ver se acerto, ou se vou ser surpreendida!

 

 

 

Imagens Just Duet - O Dueto Perfeito

A primeira gala do Just Duet

 

A Gisela que "tentou cantar" com o Martim, foi a mesma que cantou com a Beatriz?

É que, por momentos, pensei: "Meu deus, o que é que a Gisela está a fazer neste programa? Acha que está a dar um show mas só conseguiu parecer ridícula, a dar à perna e a tentar cantar, sem sucesso."

E, depois, canta com a Beatriz e não tem nada a ver! Aqui sim, cantou e encantou.

 

 

Será muito mau dizer que me surpreendi mais com o Agir a cantar, sobretudo a música da Adele, do que com os concorrentes?

Talvez o Bruno tenha algumas dificuldades técnicas, e não seja o melhor cantor do programa. Talvez a Patrícia tenha uma grande instrumento vocal e boa voz. Pessoalmente, não gosto muito de a ouvir cantar. Talbém não acho especial piada ao Bruno, mas o que é certo é que ele e o Agir, como dupla, foram "brutais"!

 

 

 

No tema Amar pelos Dois, a estrela foi a Débora! Dispensava o improviso do Paulo de Carvalho.

Gostei mais de o ouvir com a Sara. Ambas mereciam passar à fase seguinte. A Débora tem imensas qualidades, e adapta-se mais ao estilo do Paulo. A Sara tem outro estilo, que não encaixa tanto com o mentor, embora também dê tudo no palco. Adorei esta música do Agir, que não conhecia.

 

 

Sobre o Héber, não sou propriamente fã da voz dele nem da música que canta, e apesar de gostar da voz da Rebeca, e de até terem combinado, pareceu-me um dueto "sem sal".

Com o Ivo, deram uma de "Men in black". Funcionou melhor, embora também não ache piada à música.

 

Nesta gala, embora algumas saídas tenham sido injustas, porque os concorrentes têm qualidades, pareceu-me justa a votação dos jurados e público.

 

 

Imagens just-duet---o-dueto-perfeito

 

Terá sido obra do Gnomo Elias?!

 

E hoje fui, mais uma vez, surpreendida com um livrinho enviado pela Chiado Editora e pela autora Cátia Araújo!

Terá sido obra do Gnomo Elias, que achou que talvez eu o pudesse ajudar a encontrar o medalhão perdido?!

Nesse aspecto, não sei se terá sorte, mas espero descobrir o mistério depois de ler a história. 

Muito obrigada a ambas, pela surpresa!

Há Horas do Diabo...

 

...e há surpesas agradáveis que acontecem quando menos esperamos!

No âmbito da parceria com a Chiado, a editora tem enviado alguns livros, à minha escolha, para que dê a minha opinião sobre os mesmos em forma de resenha, no blog, resultando muitas dessas leituras em entrevistas aos respectivos autores.

Ora, este ano, já me tinham enviado 3 livros, pelo que decidi só voltar a solicitar um novo livro em Março, para não abusar.

Hoje, ao chegar a casa, deparo-me com um envelope enviado pela Chiado. Um novo livro.

 

Então mas eu não pedi nada, pensei eu. 

Será que ganhei algum passatempo e não sei? Nem me lembro de ter participado em nada.

 

Mas a encomenda lá estava, dirigida a mim e ao blog.

Abri, e deparei-me com este livro "Há Horas do Diabo", juntamente com uma folha anexa, em que autor e editora que convidam a conhecer a obra.

Mas que bela surpresa!

Obrigada, Chiado! E agradeço também ao autor Abílio Cardoso Bandeira!

  • Blogs Portugal

  • BP