Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Isto de fazer entrevistas...

Resultado de imagem para entrevistas

 

...tem muito que se lhe diga!

 

Ora vejam:

Take 1 - De entre, por exemplo, 10 pessoas contactadas, apenas 5 respondem.

Take 2 - De entre as 5 que respondem, 3 ou 4 fazem-no de imediato e com grande satisfação. As restantes, por vezes, só vêem a mensagem muito depois, mas aceitam de igual forma.

Take 3 - Preparo as 5 entrevistas, dispendendo tempo a pesquisar informação e a pensar nas melhores questões a colocar a cada um deles, e envio para os respectivos convidados

Take 4 - Ao fim de algum tempo sem qualquer resposta, contacto novamente as pessoas. Umas respondem que vão já enviar, outras desculpam-se.

Take 5 - Dessas 5 pessoas, apenas 2 enviam efectivamente as respostas. As outras nunca dizem nada.

Take 6 - Dessas 2 pessoas que enviam as respostas, uma delas envia no mesmo dia, mas o ficheiro não se lê! Quando contactada para que envie noutro formato, não responde.

O Filme - E, assim, sai aqui na rubrica apenas uma entrevista!

 

Uma, em dez que poderiam cá estar!

 

Confesso que já me deu muitas vezes vontade de "mandar esta rubrica às urtigas", porque não compensa o trabalho que se tem, para o resultado que depois se vê.

Se não têm intenção de participar, é preferível que digam logo. É mais honesto, e evita perdas de tempo para as duas partes.

Valem algumas parcerias, e a minha persistência para trazer, ainda que poucos, alguns convidados aqui ao cantinho! 

Masterchef Júnior - Saiu um dos meus favoritos

 

Sobre o programa Masterchef Júnior de ontem não há muito a dizer:

 

- como já se adivinhava, a Gabriela não ficou por muito tempo após a repescagem, o que me leva a pensar se, caso a Carolina tivesse entrado em vez dela, esta não teria tirado maior partido desta segunda oportunidade

 

- Os nervos estão cada vez mais à flor da pele, a exigência é maior, a pressão também, e isso reflecte-se nos concorrentes que se enervam, desorientam-se e choram

 

- Foi bonito ver a amizade e entreajuda entre colegas, e a postura de alguns concorrentes na hora de apresentar os pratos e lidar com as críticas negativas

 

- Na prova em que os concorrentes tiveram que provar os pratos dos grandes chef's, a maioria dos convidados foram homens. Talvez sejam mesmo estes melhores cozinheiros que as mulheres! E mais simpáticos também!

Não consigo simpatizar com a Justa Nobre, por muito boa chef que seja (já ouvi críticas bastante negativas aos seus restaurantes), e acho que não tem jeitinho nenhum a lidar com os mais novos, a julgar pela forma como falou com o concorrente ontem

 

- Gostei de alguns dos falsos pratos, que estavam muito bem conseguidos e disfarçados, especialmente o hamburguer

 

- Continuo a achar que os pratos elaborados ao longo destas edições nem sempre são os mais saudáveis, e deveria haver um maior cuidado

 

- Infelizmente, e com muita pena minha, saiu um dos meus concorrentes favoritos - o António. Espero que o João Mata continue por lá mais tempo, porque nas últimas provas não esteve no seu melhor, e voltando a pontuação ao zero todas as semanas, arrisca-se a sair 

 

Imagem http://www.tvi.iol.pt/masterchef/

Masterchef Júnior - o episódio mais esperado de sempre!

 

 

Como estava prometido, ontem pudemos assistir à prova de repescagem, que permitiria a entrada a dois ex concorrentes. Tive pena de a Carolina e o Pedro Jorge ficarem em pares diferentes, o que significava que, entrando novamente o Pedro Jorge, a Carolina ficaria de fora. E talvez merecesse mais que a Gabriela. Mas isto é apenas a minha opinião pessoal, claro.

 

 

 

Tudo começou com um belo passeio até Alcobaça, e uma visita guiada ao Mosteiro de Alcobaça. Naquele dia, os mini chefs estavam de folga!

 

 

 

Acho espectacular a forma como o Manuel Luís Goucha lida com estes miúdos, e o conhecimento que lhes transmite em cada episódio. Foi, sem dúvida, o melhor guia que poderiam ter!

 

 

576ef9220cf22c4188c44d2c.gif

 

Vestidos a rigor, pareciam pequenos príncipes e princesas, mas o meu destaque vai mesmo para a pequena Leonor, que estava linda e parecia mesmo da realeza. É uma miúda mesmo querida, linda e muito talentosa, pelo que disse o tio Manuel, no final, sobre ela. 

 

 

 

A prova de repescagem consistia em cada par cozinhar um determinado prato, e o par que cozinhasse o melhor voltava a entrar. O menu seria servido aos mini chefs, aos jurados, e a 4 convidados especiais, entre eles Ana Sofia, Diogo Amaral, Sílvia Rizzo, e o Presidente da Câmara de Alcobaça.

E, terá sido impressão minha, ou os convidados estavam ali demasiado sisudos e sérios no meio daquelas crianças, como se preferise estarnoutro sítio qualquer menos ali?

 

 

 

Terminado o banquete, e escolhido o prato vencedor - a sobremesa - confeccionada pelo Pedro Jorge e Gabriela, estava de volta ao programa aquele que tanta tinta, e lágrimas, fez correr ao longo da semana, com a sua saída inesperada.

 

 

 

Mas, enquanto o Pedro Jorge estava feliz pelo regresso, o Gonçalo disse adeus ao programa e à tão desejada vitória, juntamente com a Leonor.

Tive pena que a Leonor tivesse saído, mas penso que foi justo, uma vez que existem concorrentes mais fortes. Já em relação ao Gonçalo, lamento mas gostei que tenha ficado por aqui. Por muito conhecimento que tenha, e use termos pomposos, falta-lhe colocar isso na prática, falta-lhe humildade, espírito de equipa, camaradagem. Como disseram os jurados, ele acha-se (ou fizeram com que ele se achasse) tão bom, e tem tanta ânsia de o provar e fazer pratos tão elaborados, que acaba por se esbarrar.

Nem sei como é que ele ontem conseguiu elogiar um prato de um colega - a lasanha do João Mata - e parece-me que também a entrada do banquete. Até fiquei parva! Querem ver que o miúdo está a mudar?

Não está. E a prova disso veio no final quando, depois de os jurados criticarem o seu prato, diz que espera que os pratos dos colegas estejam ruins, e quando afirma que tem pena de sair porque gostava de chegar à final com o Tomás, mas ser ele a ganhar, claro!

 

Hoje, a opinião é unânime e quase todos os espectadores estam duplamente felizes: pela tão aguardada saída do Gonçalo, e pelo tão aguardado regresso do Pedro Jorge. 

E o episódio de ontem terá sido, provavelmente, o melhor e mais esperado de sempre!

 

Imagens http://www.tvi.iol.pt/masterchef/

A Mariza disse tudo

Contraponto

A gala de ontem do Got Talent Portugal não prometia grandes actuações, e estava na expectactiva para ver como ia correr e quem seria escolhido para a final.

A primeira actuação - dos Contraponto - desiludiu-me. Não sei se foi a escolha das músicas ou as próprias vozes que não favoreceram em nada a actuação. Estiveram, sem dúvida, melhores na audição.

 

 

André Kosasih

O meu primeiro voto da noite (em pensamento) foi para o André Kosasih. Gostei muito de o ver contracenar consigo próprio! Tem talento e revelou originalidade (embora haja actuações semelhantes a estas noutros países).

Mais uma vez, e relativamente à Mafalda, a actuação de ontem deixou muito a desejar. Gostei mais da simplicidade e emotividade que mostrou na audição. 

 

Francisco Mousinho

O truque do Francisco conseguiu cativar-me e roubar um segundo voto. Pode ser um truque bastante básico e ter sido mal executado. Ao que parece, os mais atentos perceberam que ele tinha o papel com a identificação da carta na mão, e não utilizou o que estava dentro do envelope. Eu, confesso, não estava assim tão atenta e fiquei espantada com o truque. Hoje vou rever e tentar perceber se realmente foi assim tão óbvio.

 

 

Carolina Vasconcelos

E o meu terceiro voto da noite, ou seja, a minha terceira concorrente mais votada foi a Carolina! Foi uma actuação muito bonita, mais arriscada que a da audição, que teve ali muito trabalho investido e correu lindamente. E a escolha da música foi perfeita!

Sobre o duo Cantando os Azuis nem me vou pronunciar. Sem comentários!

Quanto ao Gao, voltamos ao mesmo: melhor na audição do que ontem. Não gostei muito.

 

Posto isto, e na hora das votações, fiquei com a mesma cara que os jurados fizeram quando a luz do André se apagou, indicando que ele era um dos menos votados.

Ainda mais indignada fiquei quando aconteceu o mesmo à Carolina.

Não se percebe como é que duas das melhores actuações da noite ficam entre as menos votadas e vão para casa, enquanto outros continuam em competição.

A Mariza, quando lhe foi dada a palavra na recta final do programa, disse tudo!

 

 

Em relação aos convidados da noite tenho a dizer que fiquei muito desiludida com o Dengaz! Porquê? Então andava eu a gostar tanto da música "Dizer que Não" convencida que era o Dengaz que cantava, e não é que fico a saber que a parte mais bonita da música é cantada pelo Matay! Não fazia mesmo ideia. Assim é caso para dizer que não gosto de ouvir o Dengaz, gosto é de ouvir o Matay!

 

 

E que dizer do Agir? Já tinha ouvido um pouquinho da música no noticiário e gostei. Ontem, ouvi na íntegra, a adorei! 

Não percebo as críticas que estão a ser feitas a este movimento nem à letra da música. Como o próprio disse, não se trata de ser contra a maquilhagem, ou de dizer que ela não é útil ou necessária, mas sim de mostrar a todos que devemos gostar de nós da forma que somos e que, mesmo sem maquilhagem, já somos bonitas. Não quer dizer que não possamos ficar mais, mas a verdadeira beleza é a natural.

 

Imagens 

Got Talent Portugal

Got Talent Portugal | RTP