Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

À Conversa com os OWAN

 

 

owan promo.jpg

 

OWAN (Out With A New) é um projeto musical criado e liderado por Danniel Boone, que irá lançar no próximo dia 24 de Junho, em formato digital, o seu álbum “And Now You”.

 

 

OWAN COVER ALBUM.jpg

Este álbum pop/ rock conta com produção de Quico Serrano, e inclui singles como “Pretend” e “It’s Like Broken Glass”.

 

 

owan2.jpg

Para nos falar um pouco mais sobre este projeto e o álbum, tenho hoje aqui como convidado Danniel Boone, a quem desde já agradeço a disponibilidade!

 

 

 

Quem são os Owan?

OWAN (Out With A New) é uma banda Rock composta por três elementos; Danniel Boone na voz e guitarra, Miguel Peixoto na bateria e o Joel Maia no baixo. 

 

Como é que surgiu este nome para o vosso projeto?

O nome surgiu no meio de alguns outros nomes, acabamos por escolher Out With "A" New por ter algum significado poético... afinal eramos nós a "coisa" nova a ser lançada... 

 

O Danniel é autor, compositor, vocalista e multi-instrumentalista. Neste projeto e, nomeadamente, no álbum, experimentou todas estas vertentes?

Sim é verdade fazemos um pouco de tudo (risos). Curiosamente no álbum experimentei todas as vertentes, estávamos com alguns problemas numa música... de a conseguir balançar... acabei por tocar bateria e baixo nessa música, para além de umas teclas num outro tema. 

 

O que vos levou a querer deixar “mensagens intemporais” cantadas em inglês, e não em português?

Isso foi uma opção desde início... para mim a escolha do idioma tem a ver com opções... assim como quando decidimos se vamos utilizar guitarra elétrica ou guitarra portuguesa, se vamos utilizar bateria ou um tambor tradicional... tem tudo a ver com os ditongos e fonéticas, para além da musicalidade exigida pelo rock que praticamos. Há que escolher os sons para conseguires obter a musicalidade e cor que ambicionas. 

 

“And Now You” é o nome do vosso álbum. É também, de alguma forma, uma alusão ao facto de ter chegado agora a vez dos Owan se darem a conhecer?

Por exemplo … essa é uma das muitas interpretações que podemos fazer... pode ser uma mensagem para terceiros.... uma introspeção.... etc. 

 

Como decorreu todo o processo de produção do álbum? Qual foi a maior dificuldade com que se depararam?

Foi um processo de grande aprendizagem e um grande privilégio ter trabalhado com um produtor como o Quico Serrano. As dificuldades foram muitas.. Das maiores foi mesmo trabalhar a parte da dicção (O que ainda continua a ser trabalhado) e da qual eu não tinha consciência nenhuma (risos).

 

Como surgiu a vossa parceria com a Farol Música?

Foi uma oportunidade que se criou em conversa, e que felizmente, ambas as partes decidiram avançar.

 

Na vossa opinião, na atualidade, é mais fácil divulgar um álbum nas plataformas digitais, ou nas lojas físicas?

Eu ainda continuo a acreditar que ambos os formatos são importantes, mas sem dúvida, que nas plataformas digitais é muito mais fácil divulgar. 

 

Onde vamos poder ouvir os Owan nos próximos meses?

Estamos a trabalhar (sempre) todas os aspetos dos OWAN e claro que os concertos são parte fundamental, mas de momento só posso adiantar duas datas. Vamos estar no próximo dia 15 de Julho na FAN ZONE de Oliveira de Azeméis e no dia 22 de julho vamos estar no Largo da Ajuda, nas festas da cidade de Penafiel.

 

Muito obrigada, Danniel!

 

Nota: Esta conversa teve o apoio da editora Farol Música, a qual cedeu também as imagens.

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP

  • 2 comentários

    Comentar post