Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

A estreia de Got Talent Portugal

 

O que dizer desta estreia do Got Talent Portugal 2016?

Começo, talvez, pelos jurados:

 

Nada a apontar à Sofia Escobar, que tanto nesta como nas edições anteriores faz sempre comentários pertinentes, mesmo que os concorrentes não tenham estado no seu melhor e não passem à fase seguinte.

A Mariza estreou-se como jurada mas também esteve bem nos comentários que teceu e avaliação das actuações.

O Pedro Tochas está sempre igual a si próprio, diverte-se e vê talentos onde mais ninguém consegue ver. Ainda assim, os comentários que faz têm fundamento. Acaba por ser o contraponto do presidente do júri, em termos de postura.

Quanto a Manuel Moura dos Santos, cada vez gosto menos de o ver como jurado. Se não estou em erro, foram poucos, muito poucos mesmo, os comentários com algum sentido que fez ao longo do programa de ontem. A ideia que ele transmite é: "já pouco ou nada me consegue surpreender mas, com pouca vontade, vamos lá ver o que é que esta malta nos traz". Parece-me também que gosta de implicar por implicar, e ser do contra.

 

Quanto aos concorrentes:

 

A primeira surpresa da noite - o Vítor e o Paulo, que já tinham estado no programa Achas que Sabes Dançar (o Vítor também já tinham participado numa outra edição do Got Talent).

 

Outra das surpresas foi a actuação de Ricardo paz no mastro chinês. Adorei ver este número.

 

A actuação da Sofia e colegas, que contaram uma história com recurso às sombras chinesas. Podem dizer que é falta de originalidade e imitação do que já foi feito noutros programas, mas não deixa de estar ali muito trabalho, e a actuação comoveu e foi bonita de se ver. Além disso, se virmos bem, o próprio programa já é, ele próprio, uma imitação.

 

O homem do eco, também não poderia faltar! 

 

E, claro, João Seabra e o seu amigo Sidónio! Diverti-me muito com esta actuação! Apesar de ser mais uma acusada de imitação penso que, por muito que queiramos imitar, ou se tem o talento ou não. Tenho a certeza que se fosse lá eu imitar, não conseguiria fazer rir ninguém.

 

Para a semana há mais. Ficaremos à espera!

 

Imagens www.atelevisao.com e Got Talent Portugal

  • Blogs Portugal

  • BP

  • 1 comentário

    Comentar post