Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Da terra para o mar... ou, então, não!

sardinha.png

 

Comecei por ser macaca!

Só porque no Noddy havia uma macaca Marta.

A verdade é que não gosto de amendoins. Mas adoro bananas.

E, por vezes, pareço mesmo uma macaca.

Até brincamos quando vemos os "parentes" da minha espécie.

 

Mas nem sempre ando pendurada nos ramos, e a saltitar de árvore em árvore.

Também ando cá em baixo.

Ou não fosse, eu, uma marta!

Ainda no outro dia, dizia o meu marido: "Qualquer dia levo um texugo para casa". E respondi-lhe eu: "Para quê levar um texugo, se já tens uma marta?!"

 

Depois, fui promovida a palhaça!

Porque fazia umas cenas cómicas e fartávamo-nos de rir, lá em casa, à custa das minhas tristes figuras.

 

Entretanto, chegados a Junho, mês dos Santos Populares, do verão e de umas belas sardinhadas, eis que me transformo, justamente, em quê?

Numa sardinha!

Logo eu, que nem gosto de sardinhas. 

E assim me vejo a transitar da terra para o mar... Ou, então, não!

 

Então, e que sardinha sou eu, exactamente?

Pois não sou, nem fresquinha, nem assada, nem de escabeche.

Sou uma "Sardinhasemlata"!

 

A convite do Filipe, que mais uma vez agradeço, passo a fazer-vos companhia no charco vizinho, às terças-feiras.

E por aqui se vê que, no fundo, sou é uma rã!

 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.