Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Há pessoas com uma grande lata!

Imagem relacionada

 

Hoje de manhã, a chegar ao meu trabalho, o meu marido viu um lugar livre, e estacionou.

O condutor que vinha atrás também queria ali estacionar, e parou atrás de nós, enquanto o meu marido fazia a manobra.

O espaço, com jeito, dava para 4 veículos, mas o da frente deixou algum espaço à sua frente, logo, depois de estacionarmos, o espaço ficou escasso.

Mas o dito senhor não desistiu, e pediu ao meu marido se podia chegar o carro um pouco à frente. O meu marido chegou um pouco. Não dava.

O senhor insistiu que chegássemos o carro mais à frente. O meu marido respondeu que não podia chegar muito mais, senão corria o risco de o da frente lhe bater, ao sair, e de ele próprio não conseguir sair, ficando entalado entre os dois.

O senhor não mudou de ideias. Pelo contrário, disse que não havia problema porque não iria demorar muito, era só ir ao café.

Enquanto o meu marido chegava à frente uns milímetros eu, cá fora, disse ao homem que tinha mais à frente um espaço para estacionar que é para os utentes da farmácia. Se era assim tão rápido, podia lá parar.

Respondeu-me que não podia andar muito!

 

Para não dizer alguma coisa de que me arrependesse, perante este comentário e a insistência em colocar o carro entre o nosso e o de trás, sem espaço para isso, mesmo que lixasse toda a gente, fui embora, e o meu marido seguiu para o café.

 

Uns minutos depois, o meu marido viu outro carro lá estacionado, e o homem a vir de outro lado!

Afinal sempre pode andar mais uns metros!

  • Blogs Portugal

  • BP

  • 6 comentários

    Comentar post