Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Lições a retirar deste compeonato

"Roubar" um treinador à equipa adversária nem sempre é sinónimo de vitória garantida;

 

Nenhum treinador é insubstituível;

 

O treinador não é o único responsável pela vitória de uma equipa - tanto ele como a equipa têm que lutar pelos resultados;

 

 

A vingança é um prato que se serve frio, e ontem foi o dia de servi-la;

 

Uma vitória vale mais que todas as trapaças, gestos e disparates ditos ao longo de todo o campeonato;

 

Luís Filipe Vieira tomou, mais uma vez, a opção certa (dou a mão à palmatória, nunca pensei que Rui Vitória chegasse tão longe);

 

Bruno de Carvalho tomou, apesar da derrota, a opção certa - há muito que o Sporting não chegava tão longe e com a pontuação que ficou neste compeonato;

 

Jorge Jesus terá, talvez, tomado a opção errada, mas só tem que aprender com os erros e melhorar - a inveja fica-lhe muito mal;

 

Não é bonita a falta de fairplay no final de uma competição renhida até à última jornada, nem certos comentários proferidos por quem ainda se acha o maior - afinal, até foi premiado com o globo de ouro de melhor treinador - e que todos os outros se estão a aproveitar daquilo que fez e do legado que deixou, tirando o mérito ao colega de profissão;

 

Ambas as equipas estão de parabéns por terem dado luta uma à outra até ao último momento, e pelas vitórias alcançadas nos derradeiros jogo.