Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Não Adormeças, de Liz Lawler

 

Por vezes, passamos por situações tão mirabolantes que custa a crer que sejam reais ou que, de facto, tenham acontecido.

Sobretudo, quando nada bate certo com aquilo que estamos a dizer.

É o que acontece a Alex que, num momento, está numa maca, aterrorizada, na presença de um louco que a ameaça e a leva a crer que a vai violar e, em seguida, acorda numa cama de hospital, sem qualquer indício de que algo de estranho se tenha passado.

Primeiro, os seus colegas pensam que pode ter sido algum traumatismo que lhe provocou esta confusão, afinal, foi encontrada inanimada, no parque de estacionamento do hospital, debaixo de uma árvore, com vários troncos caídos perto de si, numa noite de temporal, e a única coisa que tem é um alto na cabeça.

Depois, quando Alex insiste que alguém a atacou e está a matar outras mulheres, associam a um outro episódio, que se passou há um ano atrás, e ao facto de não ter sido totalmente superado, estando agora a gerar este comportamento.

Já a polícia, tem outra teoria – a de que ela sofre de Síndrome de Münchhausen.

 

O que fazer quando ninguém acredita em nós? Quando todos acham que estamos loucos? Quando nos consideram capazes dos piores crimes, como se fossemos assassinos em série?

Será Alex, de facto, uma assassina, ou haverá alguém responsável pela aparente loucura dela?

Apenas uma pessoa acredita que Alex diz a verdade. Mas será que pode pôr as mãos no fogo, sem se queimar?

 

"Não Adormeças" é um livro que se começa a ler, e só se consegue parar quando termina.

Só não consegui perceber o título. O título original, é precisamente o oposto "Don't Wake Up". Mas tanto um como o outro parecem não se ajustar à história em si.

Não adormeças porquê? Quando? Quando te drogam? Para saberes o que te vão fazer?

Não acordes porquê? Para não enfrentares a realidade? O assassino? Para que não se saiba que estás acordado e te magoem?

Não faz sentido.

  • Blogs Portugal

  • BP

  • 2 comentários

    Comentar post