Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Não É Tarde Para Amar, de Monica Murphy

Resultado de imagem para não é tarde para amar monica murphy

 

Os opostos atraem-se e complementam-se, dizem os entendidos.

Owen e Chelsea são totalmente diferentes.

Ele é um jovem promissor no desporto e inteligente, que está prestes a deitar tudo a perder por conta das drogas, da vida boémia e promíscua que leva.

Ela é a rapariga tímida, metódica e estudiosa, que tem toda a sua vida organizada e pouco aproveita a vida, para além do trabalho e dos estudos.

 

Em comum, têm o facto de se sentirem sós no mundo. De não terem os pais que desejariam, e que lhes trazem mais problemas e vergonha que alegrias. De não saberem como mudar a sua vida. 

Ambos estudam e trabalham para pagar as contas, e por vezes o tempo que sobra não é muito.

 

 

Ela foi contratada para lhe dar explicações. Ele, está mais interessado noutras coisas, mas sabe que não pode estragar tudo desta vez.

Chelsea pode ser a motivação para ele mudar. Owen pode ser a pessoa certa para "desarrumar" a vida certinha de Chelsea. 

 

 

Apaixonados um pelo outro, será que conseguirão dar a volta a todos os problemas e segredos que escondem, e ser felizes? Ou será uma missão demasiado difícil para dois adolescentes?

 

 

Sobre o livro

Esta é o terceiro livro da autora, de uma espécie de trilogia em que, no primeiro livro, a história se centra em Fable, irmã de Owen, e no segundo livro em Drew, cunhado de Owen. Não sendo, de todo, necessário ler os livros anteriores para se perceber este, pelo que pude ver, o tema acaba por se repetir em todos eles. 

 

Já li vários livros de romance. E não consigo perceber porque é que alguns autores consideram a vulgaridade algo que vende e capta mais a atenção dos leitores.

Uma mesma cena pode ser descrita de variadas formas. Eu prefiro a subtileza à vulgaridade. E não é o que encontro neste livro.

 

Embora acredite que as pessoas possam atravessar fases complicadas, nas quais se perdem e, mais tarde, voltar a encontrar o rumo, mudando a sua vida, não me parece que as coisas sejam assim tão simples e rápidas como a história dá a entender.

 

 

SINOPSE

"Sem rumo. Isso resume tudo na minha vida. Suspenso da minha equipa de futebol da faculdade e forçado a diminuir o número de horas que trabalho num bar por causa das minhas más notas, não posso continuar a correr para o colo da minha irmã, Fable, e do seu marido, Drew, à procura de ajuda. Parece que não consigo encontrar o meu próprio caminho. Droga e sexo são tentações irresistíveis. Um tutor é a última coisa que eu quero agora, até vê-la.
Chelsea não é de todo o meu tipo. Ela é inteligente e muito tímida. Eu tenho certeza que ela é ainda uma virgem. Mas quando ela me olha de alto a baixo com aqueles penetrantes olhos azuis, eu fico completamente perdido. Mas de uma maneira diferente. Eu não vou negar que o corpo dela é de morrer, mas é a sua cabeça e o modo como ela parece desejar o amor - como se nunca tivesse sido amada - que me faz deseja-la mais do que a qualquer rapariga já conheci. Mas o que é que alguém aparentemente tão composta como ela pode ver num tipo sem rumo como eu?"

  • Blogs Portugal

  • BP