Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Neste Dia da Mulher

20200307_p2_dia-internacional-da-mulher_0.jpg

 

Ser mulher, não é querer ser igual ao homem. É aceitar que é diferente.

Nem melhor, nem pior. Nem mais forte, nem mais fraca. Nem mais capaz, nem menos capaz. Apenas, diferente.

 

Ser mulher é, antes de exigir o respeito que merece, respeitar-se a si própria.

Antes de exigir a aceitação que lhe é devida, aceitar-se a si própria.

Antes de procurar o reconhecimento do seu valor nos outros, valorizar-se a si própria.

Antes de colocar tudo em primeiro lugar, para se afirmar, afirmar-se, em primeiro lugar.

 

Ser mulher é pegar no comando da sua vida, não deixando que os outros a dirijam.

Ser mulher, é sentir-se livre, dentro de um corpo, e de um estatuto, que muitas vezes sente, que a aprisiona.

 

Ser mulher, é lutar para que todas consigam, tudo o que é seu por direito, num mundo em que tanto se veneram as mulheres, colocando-as num pedestal que não pediram, como as rebaixam, reduzindo-as à sua insignificância, que não merecem.

 

Ser mulher, não é querer asas, para poder voar. 

É conseguir voar, ainda que lhe cortem as asas...

 

 

 

10 comentários

Comentar post