Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

O estranho caso da lente de contacto misteriosa

Dúvidas Comuns Sobre as Lentes de Contato - Tua Saúde

 

Ontem, ao final do dia, estava eu na casa de banho, quando olho para o chão e vejo uma lente de contacto.

A única pessoa que usa lentes de contacto, lá em casa, sou eu. E, que desse por isso, ainda tinha as duas postas nos olhos!

A lente não estava seca, nem rígida, como seria de supôr, uma vez que é o que acontece quando ficam algumas horas fora do líquido. Dava a entender que tinha sido usada recentemente.

 

Olhando melhor para a lente, e confirmando que não poderia ser minha, porque efectivamente tinha-as postas, e são de um diâmetro ligeiramente maior que aquela perdida, suspeitei que pudesse ser uma lente que comprei uma vez para a minha filha, e que ela nunca chegou a usar.

 

Mas o mistério permanecia?

Ainda que fosse essa lente, ela já tinha ido para o lixo há uns valentes meses, senão mesmo mais de um ano.

E, ainda que tivessemos mandado para o lixo e ela, por milagre, tivesse caído fora do saco, como é que se mantinha assim, intacta, durante tanto tempo?

Como é que, em todas as semanas que varro e lavo o chão, nunca apareceu? E ontem pareceu estar ali, estrategicamente, à vista?

 

No dia anterior, a minha filha tinha ouvido uns barulhos estranhos.

Num dos dias anteriores, a nossa gata parecia agior de forma estranha, inquieta, como se estivesse a ver alguma coisa que mais ninguém via.

 

Portanto, a minha mente só conseguiu conjecturar duas hipóteses:

a) Temos um espírito zarolho a vaguear lá por casa 

b) Temos um possível ladrão vesgo que deixa provas incriminatórias

 

Ainda tive para guardar a dita lente num saquinho de provas, e enviar para análise laboratorial!

Mas depois, acabei mesmo por deitar no lixo.

Acho eu...

 

9 comentários

Comentar post