Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

O Sacrifício de Um Homem, de Sandra Brown

Resultado de imagem para o sacrifício de um homem livro

 

 

Ella é uma mulher forte, determinada, resiliente...

Uma mulher que, durante o dia, se refugia na rotina do seu trabalho para conseguir alcançar uma relativa normalidade, e guardar num lugar longínquo do seu coração todos os seus medos, receios, tristezas, inseguranças, preocupações...

 

 

Ella tem um filho, Solly, que todos sabem ter um problema, sem que ninguém consiga identificar, ao certo, qual é esse problema.

As crises estão a aumentar, e Solly poderá representar um perigo, não só para si próprio, como para quem o rodeia.

Mas Ella está a lutar para adiar uma decisão, para adiar o momento em que não consiga mais lidar com o filho e esconder o que se passa, e tenha que seguir os conselhos do médico da vila.

 

 

Ella tem uma pensão, que gere, e que lhe garante o seu sustento, e do seu filho. O marido há muito os abandonou.

E é na sua pensão que irá receber um hóspede especial, que mudará toda a sua vida.

 

 

Em plena Grande Depressão, e com o país a viver um período de recessão, o governo apoia os agricultores e criadores de gado, comprando-lhes as melhores cabeças de gado. Por outro lado, os animais que não forem escolhidos, são abatidos em massa, e enterrados em valas comuns.

Isto irá desencadear algumas guerras, carnificina, violência e agressões, porque, por um lado, os criadores queriam continuar com o gado não escolhido ou, pelo menos, depois de morto, partilhá-lo com o bairro pobre e as pessoas mais necessitadas mas, por outro, existem os interesses pessoais dos vendedores de carne, que temem ficar com negócio e, por isso, com o apoio das autoridades, ameaçam e proibem que qualquer um toque nos animais abtidos, até serem enterrados.

 

 

Ella será apanhada no meio de todo este ambiente hostil, de violência e retaliação, de luta pelos direitos dos mais fracos, numa região em que a lei está do lado do inimigo, e por questões pessoais, de alguém que ela sempre abominou e rejeitou.

 

 

Apesar de ter avisado o seu hóspede, David, de que não queria problemas, devido às suas intervenções nestas batalhas, Ella acaba por perceber que ele está apenas a lutar por aquilo que está certo, e a ajudar aquelas pessoas, contra tudo e contra todos, até porque não tem nada a perder, nem nada pelo que temer.

Resta-lhe pouco tempo de vida e, por isso, está a aproveitá-lo para ser útil a quem cá ficará.

Incluindo, Solly.

 

 

David tem trabalhado com Solly e feito algumas descobertas surpreendentes, que podem revelar-se uma esperança para o futuro do rapaz.

Perante uma Ella, de início ciumenta e zangada por nunca ter conseguido fazer o mesmo com o filho mas, depois, agradecida e confiante, tudo se poderá desmoronar numa noite, em que acontece algo que nunca deveria ter acontecido, e em que a vida de uma das pessoas que mais ama terá que ser sacrificada, para salvar a outra... 

 

 

Como tinha referido, um livro totalmente diferente do habitual, baseado numa história verídica, onde se focam temas como o racismo, a religião, a fome e miséria, o espírito de união, a impotência, o autismo, o cancro, a sede de vingança e a violência gratuita, a par com a impunidade dos criminosos, numa vila sem lei.

E, no meio de tudo isto, o amor...

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP

  • 2 comentários

    Comentar post