Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Problemas de visão são um mal de família

 

Ora vejamos:

 

A minha mãe já foi operada às cataratas, teve que colocar umas lentes no interior dos olhos para poder ver melhor, para além dos óculos que tem que usar, e já foi operada a um descolamento da retina. É seguida semestralmente pelo oftalmologista, par vigilância.

 

Eu, tenho miopia e astigmatismo, tenho que usar lentes de contacto ou óculos, embora esteja cada vez mais intolerante às lentes de contacto. Tenho pouca lágrima, não fecho completamente a pálpebra quando pestanejo, e já tive um descolamento do vítreo.

 

A minha filha tem uma miopia tão grande no olho direito que nenhuma operação resolveria o problema. Praticamente não utiliza aquele olho, e o outro tem que ser vigiado e mantido de boa saúde. Tem que usar óculos, mas só para ajudar o olho bom.

 

A minha sobrinha também tem problemas na vista, já mudou de óculos várias vezes, e já foi operada.

 

E agora, é a vez do meu pai ter que ser operado também a uma catarata que lhe apareceu há cerca de um ano, e que ele deixou andar. Está a aguardar a marcação da cirurgia.

 

Os problemas de visão atingiram mesmo esta família!

  • Blogs Portugal

  • BP

  • 2 comentários

  • Imagem de perfil

    marta-omeucanto 08.08.2019 16:59

    Boa tarde,
    Sobre o descolamento do vítreo, fiz este post mais específico: https://marta-omeucanto.blogs.sapo.pt/descolamento-do-vitreo-266946
    Isto aconteceu em 2014. À excepção dos sintomas do descolamento em si, e das "moscas" nos primeiros dias, foi como se daí em diante as ditas tivessem pousado e ficado sossegadinhas, não afectando em nada a visão.
    No entanto, no verão passado, num dia ao acordar, notei que estava a ver de uma forma estranha. Suspeitei de outro problema, fui a consulta, fiz exames mas não acusou o que eu pensava, pelo que deduzo que seja ainda efeitos do descolamento do vítreo, algumas "moscas" que se cansaram de dormir e que agora se passeiam aqui, provocando uma espécie de visão dupla, embaciada ou como se tivesse uma lente riscada.
    O médico aconselhou-me a tomar permamentemente Luteína, por prevenção e cuidado da vista.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.