Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Sentimentos não se discutem!

 

Na semana passada, estávamos nós (eu e o meu marido) a comentar, a propósito do desaparecimento na nossa gata, que algumas pessoas consideram ridículo ouvir-nos falar em sofrimento pelo desaparecimento de um animal, acham absurdo o nosso desespero, e gozam com as nossas preocupações e cuidados com esse mesmo animal. Afinal, não passa disso mesmo – um animal.

Não condeno essas pessoas. Elas apenas não compreendem porque não sentem aquilo que nós sentimos.

É como estar a tentar convencer alguém que não liga a bebés, que eles são uma bênção, que são muito queridos e fofinhos e nos dão muitas alegrias. Para quem não gosta de crianças, nada disso faz sentido.

Ou tentar explicar, a alguém que não liga nenhuma a futebol, como é bonita a festa que faz o campeão, ou como ou bom o ambiente vivido num estádio.

Até mesmo com meros objectos, há pessoas mais desprendidas que outras. Para determinada pessoa pode ser fácil mudar de casa, mudar de televisão, mudar de carro. Para outra, esses objectos, embora meramente objectos, podem ter um valor sentimental que torna difícil substitui-los por outros.

Tudo depende da perspectiva de cada um, daquilo que cada um gosta, pensa e sente.

Diz-se que gostos não se discutem. E sentimentos também não!

 

  • Blogs Portugal

  • BP