Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Sinceridade, ou sede de protagonismo?

99b3800851f4f910cd78cf9f6fcb79b3.jpg

 

Não sou fã da Bárbara Bandeira.

Gosto de algumas músicas. Assisti uma vez a um concerto dela. 

Mas pouco a conheço. 

Também não tenho nada contra a moça. 

 

Sei que era amiga da Sara Carreira. E sendo uma das melhores amigas, quando aconteceu o acidente, achei normal a Bárbara fazer uma homenagem a ela.

No entanto, tudo o que é demais perde o sentido. E ela, era publicar vídeos uns atrás dos outros, momentos íntimos entre as duas, as últimas imagens antes da morte, tatuagens e afins, que acabavam por banalizar a tristeza da situação, e desrespeitar a dor e o luto.

Eu também sou daquelas que gosta de homenagens, mas uma verdadeira e sentida, basta. 

Na altura, falou-se que a Bárbara estaria a tentar alcançar protagonismo, à custa da morte da amiga.

Não quis acreditar que assim fosse.

O assunto morreu.

 

Há dias, soube que outra das suas amigas, a Angie Costa, está à espera do primeiro filho.

E lá surge a Bárbara Bandeira, de novo, a fazer homenagens ao bebé, a organizar o babyshower e a publicar vídeos do mesmo. 

Atrevo-me a dizer que esse bebé está mais associado à Bárbara, que aos próprios pais!

 

A questão é se a mesma fará as coisas com sinceridade, ou por sede de protagonismo.

Serão os media a ir buscar todas estas coisas às redes da protagonista, e a divulgá-las para aumentar o efeito da notícia?

Ou será a protagonista a fazer questão de divulgar, para colher alguns frutos que dessa árvore possam cair?

5 comentários

Comentar post