Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

A "ressaca" da época natalícia

Imagem relacionada

 

Quem por aí também é atingido por ela?!

É mais suave, igual ou pior que o regresso ao trabalho depois das férias de verão?

Num mês que, para além de marcar o início de um novo ano, marca também o regresso às rotinas, depois de uma pausa que foi de festa, o regresso às aulas, o prenúncio de 2 meses pela frente sem qualquer feriado pelo meio, muitas são as pessoas que iniciam este mês de "ressaca",  não de excesso de bebida ou comida, mas por nostalgia pelo que já lá vai, e o desejo de que, pelo menos este mês de janeiro, passe depressa, para que tanto o nosso corpo como a nossa mente retornem à normalidade.

Eu regressei hoje ao trabalho. Não queria, mas tem que ser. E mais vale a meio da semana, do que no início. Custa menos.

Mas acabaram-se os dias em casa com a minha filha, sem horários nem stress. Acabaram-se as tardes de colinho para as bichanas, e os mimos a toda a hora. Acabou-se o acordar às 10 ou 11 da manhã, o almoçar às 13 ou 14h da tarde.

Amanhã, será a vez dos estudantes regressarem à escola.

Um novo ano começa, mas a nossa vida retorna ao ponto onde parou antes do Natal.

Coragem para todos os que, como eu, ainda estão de ressaca desta época natalícia!

 

 

Sobre o meu Natal...

 

Estive toda a véspera de Natal com um mau humor desgraçado, sem vontade de ir para lado nenhum, mas apenas de ficar em casa sozinha no meu cantinho, com a Tica. A minha filha foi passar a noite com o pai. O meu marido e eu fomos atá ao Alentejo, a casa dos avós dele, jantar. Chegámos a casa já perto da meia-noite e, ontem, foi dia de almoço de natal com os meus pais, irmão e sobrinhos.

Depois do bacalhau com natas e o arroz doce da noite anterior, dei por mim a comer um peixinho grelhado para desintoxicar, e uma sopinha de legumes. Nada de sobremesas nem doces. Nem o meu rico Bolo-Rei que tinha comprado de propósito. Mas estava um bocadinho indisposta e esta comidinha saudável soube-me mesmo bem.

Agora que já passámos esta primeira fase, já voltei ao estado normal, mas prevejo que na próxima semana, ainda por cima de regresso ao trabalho, e com a passagem de ano a aproximar-se, sofra uma nova recaída.

E não me perguntem porque fico assim cada vez que chega a estas alturas, porque não saberia explicar. 

Dia Seis - Dia de Reis!

 

 

"Jesus nasceu!

Uma estrela, mais brilhante que todas as outras, anunciou a boa nova, e conduziu os três reis magos, Gaspar, Baltazar e Belchior, até junto dele.

Como presentes levavam ouro, incenso e mirra..."

 

Esta é a história que todos os anos, neste dia 6 de Janeiro, se conta um pouco por todo o mundo.

Em Espanha, é tradição trocarem-se presentes nesta data.

Por cá, celebramos com recriações da história nas escolas, cantam-se as Janeiras, e damos por encerrada a época natalícia.

Penso que é, dos três, aquele a que damos menos importância, em comparação com o dia de Natal ou o de Ano Novo, talvez porque já regressámos ao trabalho, não é feriado, as crianças estão na escola, e acaba por ser um dia como outro qualquer.

Amanhã, voltamos a desmontar a árvore de natal, a retirar os enfeites e a guardar o presépio. No fim do ano há mais.

Mas hoje, desejo um Feliz Dia de Reis a todos, e que recebam aqueles presentes que vos fazem felizes todos os dias do ano!

Eu já recebi um adiantado ontem, na reunião da escola, ao saber a avaliação do primeiro período da minha filha!

Fiquei muito feliz por ela e pela evolução que teve, depois de por momentos se ter despistado!

Já o segundo, hoje de manhã, preferia não ter recebido: perdi uma das lentes de contacto, o que não dá jeito nenhum quando temos que procurar algo que mal se vê, sem ver em condições, e atrasadíssima para levar a filha à escola e vir trabalhar!

Definitivamente, os finais de semana resolveram reservar-me surpresas desagradáveis e dispendiosas!

Ah, e já agora, a título de curiosidade, já repararam naquela estrela que todos os dias vemos no céu? Essa mesma, maior e mais brilhante que todas as outras? Será a mesma que no passado guiou os reis magos?... 

 

 

 

 

 

 

  • Blogs Portugal

  • BP