Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Let's Dance - segunda gala

Resultado de imagem para let's dance 2ª gala

 

Este sábado tivemos mais uma gala do programa Let's Dance, que trouxe algumas surpresas e um "dejá vu".

Não começámos bem, com a primeira coreografia da noite, apresentada pela Bruna e pelo Ivanoel. Pela minha experiência enquanto espectadora deste tipo de programas, são raras as duplas que conseguem convencer os jurados, e fazer uma boa prestação, ao dançar rumba. Não terá sido, portanto, um problema só destes dois bailarinos, mas uma espécie de "mal geral".

 

 

Também por estar habituada a estes programas, e aos coreógrafos que elaboram as coregrafias para os concorrentes, é certo que, salvo raras excepções, as coreografias da autoria do Vasco Alves e Colin Vieira são as melhores, deixando as restantes um pouco aquém das expectativas.

Ainda assim, e isto aplica-se a quase todas as duplas, houve ainda alguns "tiques", uns propositados, outros nem tanto, característicos do estilo a que estão habituados, e que não faziam muito sentido nestes estilos diferentes.

 

 

Para mim, à semelhança do que o César afirmou relativamente à actuação da Francisca e do Pedro, e do que afirmou o Cifrão sobre a actuação da Kateryna e do Daniel, estas duas foram, para mim, as melhores da noite.

Em terceiro lugar colocaria a actuação da Daniela e do Cesariny, seguida do par Inês e Cristóvão e, por fim, a Bruna e o Ivanoel.

 

 

 

Foto de Let's Dance - Vamos Dançar.

 

Como na gala anterior, e sendo regra do programa, os concorrentes que não forem escolhidos pelos jurados têm que ir a solos.

E, aí, é possível ver aquilo de que são capazes mas, lá está, sempre no estilo deles, o que os impede de mostrar a versatilidade que, eventualmente, tenham, e que é necessária ao programa.

A Bruna foi a primeira e foi prejudicada pela sua escolha. Uma boa parte do tempo, que já de si é curto, praticamente não dançou, foi só pose.

A Inês teve um solo melhor, mas continuo a achar que a Bruna conseguirá mostrar mais do que a Inês se lhe for permitido ficar. Aliás, a julgar pelo voto do público, a Inês tem sido sempre a menos votada, e a que mais risco corre de sair.

O Ivanoel é muito bom naquele estilo a que está habituado, mas como se safará nos restantes? Ele já viveu uma experiência semelhante, e não ficou muito tempo no programa, na altura. Será que está melhor preparado desta vez?

Quanto ao Cristóvão, foi novamente salvo pelo público, já sabemos bem porquê. Ele é muito bom como B-boy. Safou-se no jive mas, claro, era um peixe fora de água. No solo, acho que praticamente vi o mesmo que na gala passada.

 

 

 

Se isso é mau? Eu tenho para mim que existem diversos excelentes bailarinos, com estilos totalmente diferentes, e que não precisam de mostrar essa versatilidade que os programas exigem, para provar o que valem. Mas os programas são assim, e segue em frente quem se desenrascar melhor. Não será este programa que definirá quem é ou não o melhor bailarino, mas sim o que se adapta melhor a outros estilos.

 

 

Pontos negativos:

A presença da Iva Domingues e do Ruben Rua, a dançar kizomba. E, como se isso não bastasse, ainda convidaram o C4 Pedro, que ofuscou qualquer par que estivesse em palco.

 

A apresentação - a Fátima continua a enganar-se constantemente, algo que não deveria ser de esperar de quem conduz há tantos anos programas de televisão. E aqueles brincos que usou eram horríveis.

 

O Cifrão - gosto dele como pessoa, professor, bailarino e até actor. Não gosto tanto de o ver como jurado, e detesto aquela cena de "dá um passo em frente", e o suspense que cria.

 

 

Foto de Let's Dance - Vamos Dançar. 

 

Pontos positivos:

Terem convidado aqueles dois jovens bailarinos - Francisco e Margarida - para abrilhantar a gala com o seu enorme talento. Espero também ver por lá o Sandro e a Diana.

 

A Tua Cara Não Me É Estranha - 2ª gala

Resultado de imagem para barbara branco a tua cara não me é estranha

 

E o prémio para a melhor imitação vai para Bárbara Branco!

Pois. Certo. Ela é apenas a convidada. Mas foi a imitação que mais gostei e a que mais se pareceu com o original, neste caso a Jessie J, tanto fisicamente como em termos de voz.

 

Quanto aos concorrentes, destaco pelas semelhanças físicas:

Marta Andrino, como Katy Perry

Sérgio Rossi, como Michael Bolton

 

Pelo boneco e imitação geral:

Darko

Maria Sampaio

 

Melhor que na gala anterior:

Jorge Mourato

Carolina Torres

Melânia Gomes

 

Pior que na gala anterior:

David Antunes - tenho a sensação que ele estava a cantar como David, e não como Tracy

 

Esta coisa do Treinador Vip:

A sério que, no meio de tantos bons artistas nacionais, tinham mesmo que ir buscar a Romana?

 

Sobre o programa em si, e o formato:

Não existem critérios específicos nem bem definidos, nem tão pouco isenção ou justiça na hora de votar.

 

Sempre tive em boa conta o Luís Jardim, mas os comentários dele neste programa deixam muito a desejar.

 

A Alexandra enrola e fala de tudo menos daquilo que interessa.

 

O José Carlos parece um gravador em modo repeat.

 

O facto de o programa ser gravado num dia, e transmitido noutro, não permite a votação do público que, neste caso, faria todo o sentido, nem que fosse numa percentagem de metade. Isso faz com que o programa mais pareça uma reunião de amigos que se juntaram para brincar às imitações, e em que o público é um mero espectador sem qualquer voto na matéria. Não me agrada muito. Principalmente quando, noutros concursos em que é primordial os votos serem dados por pessoas da área, deixam as decisões na mão do público.

 

 

Imagem TVI Player - Iol

 

Estava tudo a correr tão bem...

 

...mas o Manuel Moura dos Santos tinha, mais uma vez, que abrir a boca e estragar tudo!

Na hora da decisão final, entre os candidatos mais votados - os bailarinos Pedro e Inês, e o cantor Jonathan - este senhor usou o pior e mais incoerente argumento para justificar a sua decisão de votar no par da dança "o meu critério é que o Got Talent é um programa de talentos, e cantar não é talento!".

 

Desculpe?

Cantar não é talento?

Concordo plenamente, como já disse várias vezes, que neste programa se procurem talentos que não se possam mostrar noutros concursos, mas isso tem que fazer parte das regras. Não fazendo, podendo lá ir qualquer um, não haver qualquer tipo de discriminação. 

Por outro lado, se cantar não é um talento, por que razão carregou no botão dourado quando a Micaela actuou?

Cantar bem e interpretar a letra da música é tão talentoso como dançar. E se existem outros programas para cantores, também o existem para bailarinos.

Mais valia ter votado, sem se alongar em justificações.

 

Quanto à gala e às actuações, gostei muito dos LTCTFG, mas os meus preferidos para a final eram a Luísa e o Jonathan. Parece-me que foi uma gala com mais talentos que a anterior, e tornou ainda mais difícil de escolher apenas dois concorrentes.

A Luísa acabou por ser votada pelo público. Já o Jonathan, ficou por aqui. Espero que a Sofia o possa ajudar e que ainda venha a ter um futuro brilhante.

Não achei justa a escolha do Pedro e Inês. Dança por dança, preferia os LTCTFG.

 

 

 

Quanto aos convidados especiais da noite, fiquei a conhecer o famoso single que juntou Carminho aos HMB. Até não desgosto da música, mas há ali qualquer coisa na voz da Carminho que não gostei muito, quando interpretou a parte dela. Prefiro a junção das duas vozes.

A música dos D.A.M.A. também não é má. Espero que os concertos deste ano sejam bem melhores que os do ano passado.

 

Imagens Got Talent Portugal

 

  • Blogs Portugal

  • BP