Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

2012 - O Filme

 

Que o mundo não acabou em 21 de Dezembro de 2012, já nós sabemos. Tal como aconteceu em tantas outras datas escolhidas por profecias ou previsões científicas, também esta foi ultrapassada.

É, igualmente, verdade, que já inúmeros filmes retrataram o fim do nosso mundo, de diversas formas, através das mais variadas catástrofes, algumas mais realistas que outras.

2012 é mais um desses filmes. As críticas, dividem-se entre absurdo, sem conteúdo, surreal e espectacular ou o melhor do género.

Para mim, há alguns aspectos que se destacam:

- por vezes, até mesmo aqueles que parecem malucos, podem dizer verdades nas quais ninguém acredita;

- se uma catástrofe destas acontecesse, apenas os mais ricos e poderosos teriam acesso garantido às "arcas", tal como mostra o filme;

- não devemos deixar para amanhã aquilo que podemos e temos vontade de fazer hoje - amanhã pode ser tarde demais;

- ainda existem pessoas que prezam a amizade, a solidariedade, a entreajuda, a honestidade, o amor;

- embora no filme tenha acontecido tudo ao mesmo tempo a verdade é que, se pensarmos bem, tsunamis, sismos, tornados, cheias, secas e outros acontecimentos têm marcado presença no nosso planeta;

- por último, é um filme que, para pessoas sensíveis, mexe muito com as emoções.

Por tudo isso, considero 2012 um grande filme!

 

 

 

Livro de 2012

Vidas Trocadas, da Sandra Brown!

 

 

Um livro que cativa da primeira à última página, sempre com mistério e reviravoltas surpreendentes, romance, crime e outros ingredientes que me fazem considerá-lo a minha melhor leitura deste ano!

Uma história que pode muito bem representar uma realidade presente ou futura, que envolve um homem poderoso e considerado imaculado, um anjo na terra, mas que se vem a descobrir ser alguém perverso (nojento, mesmo), que manipula processos de inseminação artificial em proveito próprio, numa tentativa de povoar o mundo com os seus descendentes, considerados os únicos seres perfeitos.

Uma história de prostituição, venda de crianças, assassinatos, e raptos de bebés.

Duas irmãs gémeas, que numa noite decidem trocar identidades, e alteram dessa forma o seu destino. Uma delas está viva... A outra, morta...Resta saber quem é quem...E que segredo esconde a que sobreviveu...

Desabafos...

 

Por vezes, temos a sensação que fomos atingidos por uma bola de neve e, com ela, fomos forçados a rebolar…

Por vezes achamos que o nosso mundo está de pernas para o ar…

Pensamos que tudo está a acontecer da forma errada…

Mas será que não se consegue travar a bola?

Será que não conseguimos pôr o nosso mundo de pé?

Será que vamos a tempo de fazer com que tudo aconteça da forma que deveria?

Definitivamente, 2012 não começou da melhor maneira. Nem para ti, nem para mim, nem para nós.

Quando penso naqueles dias na Serra da Estrela, e em outros…

Quando penso em tudo o que já temos, conquistámos e construímos…

Quando penso em tudo o que já aprendi e me foi aconselhado…

Não merecíamos um começo de ano assim: tão sombrio, tão abaixo daquilo a que temos direito e somos capazes de fazer.

Por um lado, tu, com todos os azares e despesas extras, que não estavas à espera.

Por outro, eu, que nem sei bem porquê, fui de tal maneira abaixo, que tudo me dava para chorar sem parar.

E depois discutimos por causa de uma experiência que, ainda nem começou e já parece condenada. Ambos temos medos, sabemos que a pressão não é boa. E, no fundo, o nosso objectivo é o mesmo – estarmos juntos, felizes e bem.

Mas, em vez disso, em vez de nos apoiarmos, temos atitudes que não devíamos ter.

Espero que o 2012 já esteja satisfeito e não nos reserve mais surpresas destas, mais vírus destruidores de auto estima, felicidade, paz, e momentos como os que já vivemos…

  • Blogs Portugal

  • BP