Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Do fim-de-semana...

Imagem relacionada

 

Sexta-feira: a dor de cabeça fez-me ir para a cama às 9 da noite! Enquanto o meu marido estudava, eu acabei por adormecer, acordar perto da meia noite e voltar a dormir, para depois acordar às 7 por conta das gatas, e dormir até às 9 da manhã de sábado!

 

Sábado: depois da manhã na campanha de adopção, fomos à praia ao final do dia. A "minha praia" está cada vez pior. Tivemos que subir os pedregulhos, como se estivessemos em escalada, e descer os mesmos para passar para o outro lado, sem nos matarmos pelo caminho. O cantinho onde tomávamos banho está cercado de rocha. Já não conseguimos ir para lá. Entrámos por outro lado, a tentar aceder a um corredor de areia, que já não é bem um corredor mas um quadrado de pouco mais de um metro. Para sair, foi com muito cuidado, para as ondas não nos atirarem contra as rochas.

 

Domingo: almoço fora com os meus pais, porque eles também merecem, um almoço que andava para pagar desde o ano passado. Ida à praia, desta vez a outra onde podemos nadar à vontade, não fosse o facto de a água estar gelada, e estar mais frio à beira mar do que em Mafra. E um gasto extra, visto que o telemóvel que a filhota tinha comprado pifou. Ao final do dia, novamente má disposição, e despachar tudo o mais rápido possível para me deitar.

 

Hoje, por conta do calor, a dor de cabeça já está a dar sinal...

 

A incompetência no seu melhor!

Resultado de imagem para incompetência

 

O meu marido ligou na terça-feira para o restaurante "O Barracão", onde costumamos ir sempre no dia do aniversário dele, para reservar mesa.

Quem o atendeu tomou nota da reserva. Não era muito difícil de perceber, estando a ligar na terça, que amanhã seria, inevitavelmente, quarta-feira.

Ontem, descansados e já a contar com a nossa mesa, chegámos ao restaurante e deparámo-nos com a porta fechada. Olhámos para a janela e lemos "encerrado às quartas-feiras para descanso do pessoal"!

 

A sério?! É possível que nos tenham reservado uma mesa para o dia em que estão fechados?! É possível que nos tenham feito andar vários quilómetros, para nos depararmos com o restaurante encerrado, sabendo que antecipadamente que não iam estar abertos?!

 

Ao que parece, sim, é possível!

O meu marido ainda ligou para o número que tinha do restaurante. Atenderam-no e, quando ele explicou a situação, disseram-lhe que tinham tido a mesa reservada, mas na terça! E insinuaram que o meu marido é que tinha percebido mal.

 

É preciso ter muita lata para, não só não admitir o erro, como ainda colocar as culpas em cima do cliente. 

Resultado: fomos almoçar ao Arena Shopping, acabámos por poupar muito mais do que se tivessemos almoçado no restaurante, e ficámos igualmente bem servidos!

Quanto ao Barracão, ficámos com vontade de nunca mais lá pôr os pés.

Diário de Férias - 7º dia

 

 

Chegaram ontem ao fim as primeiras férias deste ano, com um dia bastante movimentado!

Depois de um almoço no Cantinho dos Grelhados, onde saboreámos as deliciosas "tirinhas", na companhia dos meus pais e tio, que também lá foram e se juntaram a nós, para celebrar a entrada do meu marido na universidade, fomos ao cinema.

Após a viagem de regresso, só tivemos tempo de ir a casa lanchar e ver as bichanas, para irmos ao teatro.

O trânsito estava condicionado e os lugares para estacionamento eram escassos, pelo que deixámos logo o carro no centro da vila para a noite, e fizemos caminhada até casa.

À noite, nova caminhada até ao Jardim do Cerco para o concerto dos Átoa, do qual irei falar num outro post.

Deitámo-nos tarde, para acordar cedo hoje. Eu, para vir trabalhar. O meu marido, forçado, para levar a Amora ao veterinário, mais uma vez. 

O restaurante do Intermarché está em crise!

 

Apesar de até constarem da ementa menus anticrise, o restaurante do Intermarché de Mafra parece estar mesmo em crise. Porquê?

Há já algum tempo que me apetecia ir lá comer o salmão grelhado, e ontem foi o dia. Mas, ao fazer o pedido, e apesar de na ementa estar que o salmão grelhado é acompanhado por batatas, bróculos e cenoura, avisaram o meu marido que não havia legumes.

Menos mal, pensei eu. Pelo menos vem com as batatas. Engano meu. "Batatas também não temos", respondeu o funcionário. Só arroz ou salada."

E lá fui eu para a salada. Ainda estive para lhe dizer que ia num instante ao carro buscar uma batata das que tinha acabado de comprar, já que em pleno restaurante de um supermercado não conseguem arranjar batatas e legumes para cozer, mas comi e calei, literalmente!

Afinal, a crise chega a todos! 

  • Blogs Portugal

  • BP