Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Sinais da idade

Vetores Desenhos animados casal idoso ativo: Desenho vetorial, imagens  vetoriais Desenhos animados casal idoso ativo| Depositphotos

 

"Todas as asneiras que fizermos em novos havemos, mais tarde, de pagar por elas."

 

E o meu pai que o diga!

 

Acho que, por mais anos que passem, temos tendência a ver os nossos pais sempre da mesma forma, como se esses anos não passassem por eles, ou passassem, mas eles continuassem iguais, sem se notar a passagem do tempo.

Sempre vi o meu pai como uma pessoa activa. Alguém que não consegue estar quieto ou parado muito tempo no mesmo sítio. Alguém que gostava de fazer longas caminhadas.

Mas o tempo, as asneiras, os vários acidentes que foi tendo desde novo, não perdoam.

E, hoje, aliadas a alguns problemas já existentes, condicionam-lhe os movimentos e a vida, provocam-lhe dores, dificultam-lhe as tarefas mais básicas e, ainda assim, volta e meia, lá insiste em fazer mais alguma "asneira" para a qual o seu corpo já não está preparado. 

Depois, os ossos, os músculos, os tendões, tudo se ressente.

E a memória começa a pregar partidas.

Afinal, são quase 80 anos.

 

E a minha mãe?

Mulher activa, também. Ultimamente, não tanto.

Fingimos não perceber, mas é um pisco a comer. 

Está magríssima, embora as calças disfarcem.

Mas levá-la ao médico? Só quase arrastada.

Diz que se sente bem. Que não precisa de fazer exames, nem ir ao médico.

As únicas consultas a que vai, são as de oftalmologia, em que é seguida por causa das cirurgias que fez à vista.

Não é mulher de se queixar, de mostrar dores, de fazer fitas. Guarda para ela.

Mas uma pessoa vai-se, aos poucos, apercebendo dos sinais da idade.

Um degrau que ela já tem dificuldade em subir ou descer sem ajuda. Algo que ela já demora a agarrar, não sei se por não ver bem, ou se por outro motivo.

Um dente ou outro que falta, e que lhe dificulta a fala.

Afinal, são 79 anos.

 

Que bom seria que os nossos pais estivessem sempre novos, apesar do tempo passar. 

Que tivessem sempre saúde, enquanto vivessem.

Mas se nem nós, muitas vezes, a temos, e andamos piores que eles, como podemos esperar que eles sejam mais valentes?

 

É assim a vida.

Sempre a dar sinais.

Sinais das parvoíces que achávamos que não iam ter consequências.

Sinais de que o nosso corpo não é de ferro.

Sinais de que o tempo não pára.

Sinais da idade, que avança a cada ano que passa, para todos nós, e para eles também.

 

 

 

 

Coisas que só me acontecem a mim X

 

Episódio 1:

 

O fim-de-semana solarengo foi óptimo para estender roupa. Depois de apanhada, foi para o monte, no sofá, à espera de coragem para dobrar e arrumar.

Mas precisávamos do sofá para nos sentar, por isso, o monte foi transferido para cima da minha cama.

À noite, precisávamos de deitar, e lá levo eu o monte de volta para o sofá. Só que, desta vez, uma das peças de roupa tocou no frasco de perfume do meu marido, que foi parar ao chão!

 

Resultado: frasco partido em cacos, e perfume entornado pelo chão do quarto! E eu claro, a ter que apanhar o lixo todo, lavar o chão e tentar não intoxicar com o cheiro. Não que o perfume não cheire bem, mas umas gotas é diferente de um frasco inteiro!

 

 

 

Episódio 2:

 

Ontem pus-me a ver os episódios da série Quantico, que tinha gravado. Vejo o episódio 13 e, quando termina, carrego em ver o próximo episódio. Apesar de eu já saber que, a seguir, pergunta se quero apagar o anterior, naquele momento nem me apercebi e carreguei no botão do comando.

Só depois é que vi a asneira que tinha feito. Fui confirmar e lá estava o episódio 13 apagado! Boa, agora como é que faço para o recuperar?

Andei a ver se, por acaso, iria repetir mas o raio do canal repete todas as outras séries 3 ou 4 vezes, e esta que me interessa, nem 1 só. O episódio já nem sequer era o último, pelo que já não consta das gravações dos últimos 7 dias. Nem era por mim, que já o tinha visto, mas temos a série toda gravada para o meu marido ver, e agora fica ali com um furo.

 

Pergunta estúpida que fiz ao meu marido quando lhe liguei, e para a qual já sabia a resposta mas, ainda assim:

"Olha lá, como é que se recupera um programa que se apagou?"

Marido: "Não se recupera!"

Eu: "Ah...Pensei que pudesse haver para aqui algum botão de "undo", como nos computadores, que desse para desfazer as asneiras que fazemos!"