Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Sair do trabalho e ver o mar!

 

Não é para todos!

Nem todos os dias.

E não, não estou a trabalhar ao pé da praia. Estou, na verdade, a cerca de 10 km da Ericeira.

Mas aqui, do centro de Mafra, em determinados dias, consegue-se avistar o mar lá ao fundo, no horizonte.

E ontem foi um desses dias em que saí, por volta das 19 horas, e consegui ver perfeitamente o mar, reluzente, com os raios de um sol escaldante já a baixar de encontro a ele! Realçava-o ainda mais o céu azul vivo.

Tive pena de não ter tirado uma foto. Mas, por outro lado, guardei a imagem só para mim :)

E que vontade que me deu de dar um mergulho naquele mar! 

Parecia estar ali mesmo à frente, lá ao fundo. Se pudesse saltar daqui para lá...

Mas não. Parece perto, mas está longe.

Ainda assim, consegui vislumbrá-lo até metade do caminho. Até eu acabar de descer a rua, e ele desaparecer da minha vista.

Hoje já não se vê.

Porque está meio nublado. Porque o céu já se confunde com ele, naquele azul desbotado que nem é azul, mas não chega a ser cinzento ou branco.

E porque uma vista tão bonita como aquela que pude apreciar, são raras, e assim devem permanecer, sob pena de perderem toda a beleza, tornando-se banais!

 

 

Imagem retirada da net (à falta da original)

A nuvem solitária

 

De todas as que, com ela, tinham enfeitado o céu desde o início da manhã, foi a única que ficou.

Uma sobrevivente, mas não por muito tempo.

Foi-se desvanecendo, gradualmente, até deixar de existir.

Adeus, nuvem. Foi um prazer fotografar-te!

 

P.S.: A minha filha achou-a muito parecida com um pato. A minha mãe, com uma cegonha. Levaria ela algum presente no bico?

 

  • Blogs Portugal

  • BP