Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Marta - O meu canto

Guardamos tanta coisa só para nós - opiniões, sentimentos, ideias, estados de espírito, reflexões, que ficam arrumados numa gaveta fechada... Abri essas gavetas, e o resultado é este blog!

Baile de finalistas dedicado aos oceanos

IMG_7606.JPG

 

No Dia Mundial dos Oceanos, propositadamente ou mera coincidência, foi noite de baile de finalistas na escola da minha filha!

Tudo começou com o convite, desenhado por uma das alunas do 9º ano. Não ficou tão giro? Tive pena de o entregar à entrada, mas depois, no final, deixaram-me recuperar um deles, para recordação!

 

 

IMG_7575.JPG

 

Chegada à hora marcada, com uma enorme fila de alunos e famílias para entrar, com direito a recepção com entradas e a atuação de algumas alunas com uma dança dedicada aos oceanos.

Em seguida, os pais rumaram ao pavilhão, para receber os finalistas, que aguardaram a sua vez de desfilar na passadeira vermelha, como manda a tradição.

 

 

IMG_7576.JPG

 

No pavilhão, a primeira coisa que me chamou a atenção foi as letras que eles tinham feito em educação visual, e que estavam expostas na galeria. Lá estava o nosso "I"!

 

 

IMG_7577.JPG

 

As faixas, também já estavam à espera dos finalistas, mas só seriam entregues mais à frente.

Antes, o desfile na passadeira, entrada no pavilhão e desfile dentro do mesmo, com os finalistas acompanhados pelos respectivos directores de turma.

Depois, tempo de dança, com cada uma das turmas a dançar ao som de "Apologize", dos One Republic, e uma dança especial, na qual participou a minha filha, com os finalistas da Unidade de apoio aos alunos com necessidades educativas especiais, ao som de "Keep Holding On", da Avril Lavigne, que quase me fez derramar as primeiras lágrimas de emoção.

Felizmente, fizeram uma pausa para o jantar, e o ambiente desanuviou!

 

 

62189908_2647297815351324_7269697576905998336_n (1

 

Já de barriguinha cheia, chamaram ao palco uma professora, para cantar a "Canção do Mar", abrindo caminho para a tão esperada entrega das faixas.

Em palco, a directora da escola, o representante dos pais e encarregados de educação, o director de cada turma, e os respectivos padrinhos de cada turma.

O baile continuaria pela noite dentro, mas por motivos de força maior, tivemos que sair pouco depois, até porque os pés já doíam de tantas horas em pé, de saltos!

 

 

IMG_7603.JPG

 

Mas foi, sem dúvida, um momento inesquecível para todos os finalistas, e para nós, que os acompanhámos!

 

 

IMG_7586.JPG

IMG_7588.JPG

 

A finalista, com os padrinhos - o professor de Educação Fisica e o professor de Geografia.

 

 

IMG_7589.JPG

IMG_7585.JPG

IMG_7587.JPG

IMG_7596.JPG

 

E com as amigas!

 

Do baile de gala, ensaios e falta de pares

Resultado de imagem para danças de salão

 

 

Há coisas que não consigo perceber, que não me entram na cabeça e me fazem confusão.

O baile de gala dos finalistas, organizado pela escola, é uma delas.

 

Os directores de turma, querendo mostrar o melhor dos seus meninos, e ter a respectiva turma bem vista, esperam que todos participem no baile e, como tal, nos ensaios de dança, para não fazerem má figura na hora.

 

A questão é: há rapazes e raparigas em igual número, para fazerem par, entre os que querem participar?

Não!

 

O que acontece é que há pares que já estão combinados, e há vários alunos, sobretudo raparigas, sem par.

A minha filha é uma delas.

 

Para poder participar nos ensaios, tivemos que alterar o horário da explicação de matemática, que lhe faz falta para a preparar para o exame que aí vem mas, como a directora de turma fazia questão, e dança é algo que ela gosta, assim fizemos.

 

Ontem, foi o primeiro ensaio.

Treinou a parte individual. A parte que pertence às raparigas. Tal como algumas colegas suas.

Depois, quando chegou o momento de ensaiar com o respectivo par, as que não tinham ficaram sentadas a ver, sem fazer nada.

 

Ora, se as raparigas não têm par, nem lhes arranjam um, como foi dito pela directora de turma, que o faria, o que raios vão elas para lá fazer? 

A minha filha já disse que, se no próximo ensaio continuar sem par, deixa de ir.

 

É de lamentar esta falta de organização relativamente aos alunos que querem participar no baile, e respectiva formação de pares.

  • Blogs Portugal

  • BP